Projeto de leitura levou alunos a lerem no pátio, descontraídos, embaixo das árvores, o resultado foi positivo

Vivian Guilherme

Projeto de leitura levou alunos a lerem no pátio, descontraídos, embaixo das árvores, o resultado foi positivo
Projeto de leitura levou alunos a lerem no pátio, descontraídos, embaixo das árvores, o resultado foi positivo

JC na Escola – Desde o final do ano passado, a professora Mariana Martin Costa que leciona em Santa Gertrudes deu início a um novo trabalho para incentivar os alunos a lerem. “É uma tarefa árdua, lembrando que os alunos passam grande parte de seu tempo na internet e outros meios comunicativos”, aponta a professora. Entretanto, as professoras da unidade requisitaram à Secretaria Municipal de Educação a compra de livros atuais que tem forte apelo entre os jovens como ‘Diário de um Banana’, ‘Harry Potter’, ‘Querido Diário Otário’.

A professora conta que esta medida trouxe uma melhora de desempenho em todas as áreas. “Pedi que os alunos fossem à biblioteca para lerem. Os alunos pegavam os livros e liam no pátio, bem descontraídos, alguns na grama, embaixo das árvores. Foi muito surpreendente e motivador”, comenta a professora, que lembra que não fez cobranças em relação ao conteúdo dos livros e que não tem esse propósito.

“Mas para desafiar disse duas ou três semanas seguidas que quem não quisesse fazer a troca dos livros, que até então era semanal, não precisava. Fiz isso para realmente saber quem estava tendo interesse na leitura. Minha surpresa: tenho cerca de 150 alunos e apenas quatro disseram que na naquela semana não leriam nada”, revela.

Para a professora essa é um resultado que anima qualquer educador. “O foco deve estar no entusiasmo e no acreditar que é possível, afinal, de que vivemos senão de expectativa na melhora?”, indaga Mariana.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Dia a Dia: