Será desencadeada na cidade de Rio Claro e nas cidades próximas a operação ‘Carnaval Mais Seguro’, na qual existe o reforço do policiamento, PMs embarcados em mais viaturas, policiais desempenhando o patrulhamento a pé no centro da cidade, entre outras modalidades que atuam em conjunto.

A informação foi repassada pelo capitão PM Lúdio, comandante da Força Tática de Rio Claro durante participação no Jornal da Manhã da Rádio Excelsior Jovem Pan News de Rio Claro: “No caso específico de Rio Claro, um dos principais locais de concentração será no Jardim Público. Quem for até lá deve seguir algumas dicas que podem parecer batidas, mas que fazem toda a diferença. Uma delas é levar menos objetos de valor possível. Pouco dinheiro, um cartão no máximo se for necessário. As mulheres não devem levar bolsas muito chamativas, muito grandes e deixar em uma parte do corpo que consigam ter um contato visual”, diz o capitão.

O policial também fez um alerta para situações que envolvam brigas e tumultos: “Como nesses blocos e festas existe um grande número de foliões, existe a possibilidade de confusões. caso venha a acontecer a orientação é para se afastar, evitar ficar filmando, porque essa pessoa pode não estar fazendo parte da briga mas pode acabar fazendo. Outra situação importante a se falar é em relação às crianças, que devem estar identificadas com pulseiras ou crachá para que em uma possível situação de perda no evento seja encontrada com mais facilidade”.

Importunação sexual

Durante a entrevista, o comandante da Força Tática também fez questão de reforçar sobre uma outra modalidade criminosa que foi incluída no Código Penal e a que a Polícia Militar estará mais do que atenta nestes dias de folia: “Talvez muitas pessoas não tenham ciência, mas vale frisar que este crime acontece quando se pratica contra alguém e sem a sua anuência ato libidinoso com o objetivo de satisfazer a própria lascívia ou a de terceiro, que em linguagem popular seria ‘apalpar’, ‘tocar’, ‘tenta beijar’ sem o consentimento do outro. A pena de reclusão é de um a cinco anos de prisão. Nossos profissionais estarão atentos a estas situações e denúncias podem ser feitas ao PM mais próximo”, reforçou Lúdio.

Para quem vai viajar

Para quem optou por curtir os dias de folia longe de casa, a Polícia Militar também faz um alerta para cuidados a serem tomados antes de pegar a estrada: “Infelizmente os furtos a residência nesta época de feriados prolongados são mais comuns. Neste caso seria muito interessante a pessoa passar para algum vizinho que tenha confiança a informação de que a casa vai ficar desocupada e que, se ele notar qualquer tipo de atitude suspeita, acione imediatamente a Polícia Militar ou a Guarda Civil Municipal”, afirmou o capitão Lúdio.

Mais em Segurança:

Boletim policial desta segunda-feira (06)

Boletim policial deste sábado(4)