Greve lota casas lotéricas e agências bancárias

106

Carine Corrêa

O segundo dia de greve dos bancários gerou movimentação nas casas lotéricas de Rio Claro e nas agências bancárias. Nessa quarta-feira (7), os correntistas tiveram que recorrer a medidas alternativas para fazer o pagamento de contas.

Idair Aparecido estava na fila da casa lotérica situada na Avenida 3, entre as ruas 5 e 6. O correntista critica a paralisação. “Tudo bem que os bancários estão lutando por seus direitos, mas prejudica na hora de pagar as contas”, falou.

Aparecida Pereira também estava na fila para efetuar o pagamento de contas, e ponderou os dois lados. “Os trabalhadores estão recorrendo à paralisação para conquistar melhorias, mas acabam prejudicando outros trabalhadores”, opinou.

 Paralisação dos bancários movimentou casas lotéricas e agências bancárias nessa quarta-feira (7), segundo dia da greve
Paralisação dos bancários movimentou casas lotéricas e agências bancárias nessa quarta-feira (7), segundo dia da greve

De acordo com balanço encaminhado pela assessoria de imprensa do Sindicato dos Bancários de Rio Claro e região, a maioria das agências estava fechada nessa quarta, e algumas funcionaram parcialmente. O Sindicato abrange também as cidades de Santa Gertrudes, Cordeirópolis, Araras, Leme, Santa Cruz da Conceição, Leme, Itirapina, Conchal, Corumbataí e Ipeúna. Em todas essas cidades, os bancários participam do movimento de greve contra a proposta apresentada pela Federação Nacional do Bancos (Fenaban). A proposta foi de 5,5% no reajuste salarial, no entanto a categoria pede um aumento de 16%.

O sindicato vai realizar uma assembleia aberta para fazer a avaliação do movimento. A assembleia irá acontecer na próxima quarta-feira (14), às 10h no Jardim Público. Nessa terça-feira (6), o sindicato informou que a greve dos bancários fechou 27 agências em Rio Claro e 55 na região.

O Procon-SP alerta aos consumidores que a greve não afasta a obrigação do pagamento de contas, boletos e faturas. Para isso, pode-se utilizar os caixas eletrônicos ou correspondentes bancários, mas a empresa credora tem que oferecer outras formas de pagamento.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: