Ocorrência foi apresentada no plantão policial de Rio Claro

Na tarde de ontem, após tentativa de latrocínio contra integrante da Polícia Militar em Rio Claro, o qual teve sua arma subtraída, foi montada uma Força Tarefa pela Polícia Civil – representada pelas equipes do Plantão, DISE e CPJ – com intuito de dar apoio à operação das forças policiais que se encontravam em diligências para localização do autor dos fatos, este já conhecido nos meios policiais, bem como recuperação da arma roubada.

Equipes da Polícia Militar que incluíam Helicóptero Águia, Força Tática, Rocam, BAEP, RP e RPM realizavam as buscas pelas redondezas quando chegou ao conhecimento do Plantão Policial um segundo roubo, contra um motociclista, tendo a vítima narrado as características do suspeito como as do autor da tentativa de latrocínio contra o policial e, ainda, relatando que a arma do roubador possuía um fio pendurado – sendo este o fiel (que segura a arma do policial junto ao corpo).

A vítima relatou ainda que sua motocicleta roubada possuía rastreador e, com essa informação, foi possível que o Investigador de Plantão indicasse às equipes na rua a localização do veículo roubado.

O localizador GPS apontou que a motocicleta estava no bairro Maria Cristina, para onde se deslocaram todas as equipes policiais, que realizaram um cerco pelos quarteirões, tendo a Polícia Militar logrado êxito em deter o autor dos fatos no momento em que ele tentava fugir pulando sobre os telhados das residências.

No mesmo instante, a um quarteirão da detenção, Investigadores da CPJ abordaram um casal que tentava empreender fuga do local, sendo constatado que se tratava do irmão e cunhada do autor dos fatos e que ali residiam.

Com esta constatação, Investigadores da DISE olharam sobre o muro da residência do casal e localizaram a motocicleta roubada da vítima. Foram realizadas buscas no imóvel, tendo sido encontrados, além de outros pertences da vítima, uma caixa de pistola Taurus apenas com carregadores e munições diversas.

Os envolvidos foram levados ao Plantão Policial e diligências continuaram pelas equipes da Polícia Civil, que levantaram a informação, junto à vítima do roubo, sobre onde o fato teria ocorrido.

Com essas informações, os Investigadores, junto de Policiais Militares e Guarda Civil Municipal com o Canil, se deslocaram ao matagal indicado pela vítima, onde foi logrado êxito em localizar a motocicleta e capacete utilizado pelo roubador.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.