Encontro pretende fomentar negócios entre empreendedores de Rio Claro e região

128

Lourenço Favari

Rio Claro sedia o 1º Encontro de Rotarianos e Negócios de Rio Claro e Região. O evento empresarial foi apresentado oficialmente em coletiva na última quarta-feira (19), no auditório do Ciesp – Rio Claro, e está previsto para ocorrer no dia 29 de agosto das 8 às 13 horas no Sest/Senat.

EMPREENDEDORES - Vagas para participação no 1º Encontro de Rotarianos e Negócios de Rio Claro e Região são limitadas
EMPREENDEDORES – Vagas para participação no 1º Encontro de Rotarianos e Negócios de Rio Claro e Região são limitadas

Destinado a rotarianos e não rotarianos, o evento pretende fomentar negócios entre empresários, aumentar a visibilidade das empresas e oferecer oportunidade aos participantes para criar contatos e networking.

Podem participar pequenos, médios e grandes empreendedores, basta se inscrever no link bit.ly/rotarianosenegociosrioclaro. As vagas são limitadas e até aquele momento havia 50 inscritos.

DINÂMICA

A dinâmica dos encontros, segundo os organizadores, é ágil e permite que cada empreendedor apresente seu serviço ou produto para um grande número de empresários, com o objetivo de estabelecer parcerias. “Os encontros são dinâmicos e dá muito negócio entre os participantes”, disse o empresário do setor de Desenvolvimento de Negócios Imobiliários, de Campinas, Leonardo Tiroli, que também preside o Grupo de Companheirismo Rotário “Rotarianos e Negócios – Capítulo Brasil” (RMB Capítulo Brasil) e a Comissão Distrital de Rotarianos e Negócios do Distrito Rotário 4590.

Ele relata as experiências positivas realizadas na Bahia, em São Paulo e também em Campinas. “Os resultados em Campinas foram muito positivos e a diretoria do Ciesp de lá ficou contente com o volume de negócios fechados durante o encontro”, diz Tiroli, ao lembrar que cerca de 600 pessoas participaram da atividade no município de Campinas.

O gerente regional do Ciesp e presidente da Câmara de Rio Claro, João Zaine, vê com bons olhos a atividade para o empresariado de Rio Claro e região. “Este evento veio ao encontro da estratégia do Ciesp em manter os negócios concentrados na nossa região”, destacou o vereador.

CRISE

“Não estamos criando a roda. Estamos utilizando ferramentas que já existiam no ambiente empresarial”. Com estas palavras, Tiroli enfatizou que o modelo de negócios aplicado, agora, à iniciativa privada teve êxito dentro do Rotary Club. “O Grupo Rotarianos e Negócios teve início em 2011 e só aplicamos os preceitos do Rotary Internacional para trocar referências em face dos negócios. Um dos nossos trabalhos é desenvolver economia”, explica.

Zaine acredita que este é o momento da indústria e o comércio buscarem todas as estratégias para alavancar o empreendedorismo. “O empreendedorismo é uma grande ferramenta para enfrentar e sair da crise”, diz.

PARTICIPAÇÃO

Baseado nas experiências anteriores, Tiroli comenta que o setor de serviços é o que tem maior participação em eventos como este. “Observamos que pequenas e médias empresas têm uma participação maior. Mas temos também grandes indústrias e comércios que geram grandes negócios dentro deste modelo”, garante.

Para ilustrar, ele citou o caso, no encontro de Campinas, em que a empresa responsável pela realização do rodeio de Barretos fechou grande contrato para cinco rodeios nos Estados Unidos. “Foi uma movimentação de milhões de dólares”, ressalta.

TEMAS

Entre os temas do encontro estão o mercado financeiro, cenário econômico, empreendedorismo feminino, importância das rede de conexões profissionais, inovação como ferramenta para vender e oportunidades de negócios no ambiente global.

PALESTRAS

Serão palestrantes na edição do evento o diretor regional do Ciesp, Assed Bittar; o Ceo Whats Call, Pedro Galdi; o responsável por inovação e tecnologia no NRN – Brasil, Vivaldo Staut; o diretor presidente da Chembro, Marcelo Ribas Canellas; as apresentadoras do programa de TV, Manu e Katia; além da participação via videoconferência do presidente da Brazil Florida Chamber Of Commerce, Jeffeson Michaelis.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: