DISE prende dois indivíduos e apreende pedras de Crack e grande quantia em dinheiro

1752

Nesta quarta-feira (15), Policiais Civis da DISE (Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes), contando com o apoio de policiais da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) e CPJ (Central de Polícia Judiciária), cumpriram mandado de busca no bairro Nova Rio Claro, tendo em vista investigação iniciada com a prisão em flagrante por tráfico de drogas de um indivíduo, em novembro do ano passado.

Posto em liberdade, o indiciado continuou promovendo a venda de entorpecentes juntamente com um outro indivíduo. De acordo com informações recebidas pela DISE, a ação criminosa estaria ocorrendo em um endereço no Nova Rio Claro, onde também funcionava o depósito das drogas.

Os policiais se dirigiram ao local e, como a casa era de difícil acesso, totalmente fechada e guarnecida com cerca elétrica e câmeras de monitoramento, os investigadores entraram pelo telhado do imóvel.

Dentro da residência, os indivíduos suspeitos da prática do crime foi encontrado e os policiais constataram a ação criminosa. Questionados sobre a existência de entorpecentes no local, ambos indicaram que sobre a geladeira havia uma porção de maconha e um cigarro da mesma droga, que seria de uso deles, e negaram a existência de mais entorpecentes e também qualquer participação no tráfico.

Durante as buscas dos policiais pela residência, foi encontrada no telhado da garagem, num esconderijo debaixo da calha, uma sacola plástica contendo pedras de Crack ainda não fracionadas (155,6g), além de uma balança de precisão, material plástico destinado ao embalo da droga para a venda e certa quantia em dinheiro. Ainda no telhado, em outro esconderijo entre o caibro e os tijolos, mais dinheiro que juntamente com o outro valor totalizou mais de R$ 20.000,00 em diversas notas.

Drogas e quantia em dinheiro foram encontradas na residência

Dado às circunstâncias da operação, os dois indivíduos foram indiciados em flagrante e encaminhados ao plantão policial.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: