Córrego da Servidão corta o Jardim Mirassol

193

Vivian Guilherme

Córrego da Servidão corta o bairro Mirassol, que conta também com uma base da GM e diversos estabelecimentos comerciais
Córrego da Servidão corta o bairro Mirassol, que conta também com uma base da GM e diversos estabelecimentos comerciais

Localizado às margens da Rodovia Washington Luís, o bairro Jardim Mirassol fica logo na entrada da cidade. Por sua localização privilegiada, o local começou a ser urbanizado nos anos 60, cerca de dez anos antes do vizinho Jardim Claret, mas dez anos depois do próximo, Jardim São Paulo.

O destaque do bairro fica por conta de sua bela paisagem natural, cortada pelo Córrego da Servidão. O comércio na região se expandiu bastante nos últimos anos e conta com diversas opções, como escolas, padarias, diversas oficinas mecânicas e pequenas indústrias.

O comerciante Rodnei Pinto da Silva, que está há 21 anos no bairro, comenta o crescimento do Mirassol. “A vizinhança é muito boa, temos academia de ginástica, colégio, estamos bem servidos no bairro. O que peca é a segurança, queria que tivesse uma fiscalização maior da Polícia Militar e Guarda Municipal e que o postinho [da guarda] da Avenida 8 voltasse a funcionar com o efetivo para fazer ronda no bairro.”

A proprietária de uma lanchonete diz que o Mirassol é “seu bairro dos sonhos”, mas também lamenta a violência no bairro, relatando que já foi assaltada duas vezes, o que dificulta bastante os negócios.

A moradora Maria Elza Andriolli de Carvalho diz gostar do bairro, mas relata algumas dificuldades como a falta de calçadas na Rua 22-JSP. “Não tem por onde ir até a Rodoviária por falta de calçada”, comenta a moradora, que ainda ressalta a falta de ônibus: “são poucos ônibus que passam por aqui, para ir ao Centro é uma dificuldade”.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: