A primeira reunião com a nova formação do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência de Rio Claro foi realizada na quarta-feira (27) no auditório do Núcleo Administrativo Municipal (NAM). No encontro foi realizada eleição da mesa diretiva do Conselho para o biênio 2021-2023.

Foram eleitos como presidente Flávia Liliane Rubin (representante do Instituto Incluir); como vice-presidente, Adriana Corrêa Bueno (da Secretaria Municipal de Educação); e como secretária, Juliene Patrícia Antonio (da Fundação Municipal de Saúde).

O assessor dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Paulo Meyer, fez a abertura do encontro e falou sobre a importância do Conselho, e o quanto é fundamental para a implementação de políticas públicas. “Agradecemos a todos os que se colocaram à disposição para fazer parte deste colegiado”, salientou.

O Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência como órgão deliberativo, consultivo, orientador e fiscalizador, tem o objetivo de assegurar o pleno exercício dos direitos individuais das pessoas com deficiência em Rio Claro. É composto por 18 membros titulares e seus suplentes, sendo nove da sociedade civil e nove do poder público.

De acordo com Meyer, Rio Claro inovou organizando um dos primeiros Conselhos dos Direitos da Pessoa com Deficiência que reserva em sua composição espaço para pessoas com deficiência e familiares.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Dia a Dia:

Nove estados anunciam Lei Seca para domingo

Aneel mantém bandeira tarifária verde para outubro