Divulgação

A coordenação do combate à dengue da Fundação Municipal de Saúde de Rio Claro (FMS) confirmou a participação do Tiro de Guerra a partir de quarta-feira (22) em auxílio aos agentes de saúde.

O trabalho com os soldados deve ter início a partir das 8h30, na Vila Indaiá. O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) da Fundação Municipal de Saúde apresentou aula preparatória a todos os atiradores com informações sobre a dengue e o mosquito transmissor. Os jovens também receberam orientações sobre a conscientização que deve ser feita nas visitações de casa em casa e no contato com os munícipes nas ruas

O Tiro de Guerra foi umas das instituições solicitadas pelo prefeito Du Altimari, na luta contra o mosquito Aedes aegpyti, que, segundo informou a Vigilância Epidemiológica na última sexta-feira (17), somam o total de 11.830 casos confirmados e três registros de óbitos em 2015, todos idosos com doenças pré-existentes.

A VE ressalta a importância de cuidados com as pessoas de idade avançada que apresentam doenças crônicas, pois são fatores de risco e evolução para a forma de dengue grave gerando a necessidade de cuidados adicionais nestes grupos de indivíduos.

A sua assinatura é fundamental para continuarmos a oferecer informação de qualidade e credibilidade. Apoie o jornalismo do Jornal Cidade. Clique aqui.

Mais em Dia a Dia:

Pré-venda do iPhone 14 começa nesta sexta (7) no Brasil

Falecimentos: confira a necrologia de 07/10/2022