Caminhão faz conversão proibida na área central

82

Carine Corrêa

Veículo é flagrado fazendo conversão na contramão em rua movimentada da área central. Infração foi praticada na Avenida 6, no cruzamento com a Rua 6
Veículo é flagrado fazendo conversão na contramão em rua movimentada da área central. Infração foi praticada na Avenida 6, no cruzamento com a Rua 6

Em uma das ruas mais movimentadas de Rio Claro, um leitor flagrou um caminhão realizando uma conversão proibida na Avenida 6, no ponto de cruzamento com a Rua 6, na área central do município.

O leitor fotografou a infração e ainda criticou. “Deveria ser proibido o tráfego de caminhões na área central, mas, como temos muitos comércios nesta região, não há uma maneira para evitar isso”, diz o leitor Thiago Ferreira.

Ele sugere a proibição de veículos maiores em determinados horários. “Ainda teria que ser maior fiscalização e mais atenção dos motoristas. Neste caso, ele deveria ter respeitado as leis de trânsito”, comentou.

De acordo com informações da Secretaria de Mobilidade Urbana, o tráfego de caminhões é permitido mediante determinações específicas da pasta. “Na região central de Rio Claro é permitida a carga e descarga de caminhões de segunda a sexta-feira, das 18 às 22 horas, e aos sábados das 5 às 9 horas”, informou.

Para orientar os motoristas, há placas de regulamentação do trânsito nas principais entradas do município informando altura máxima permitida dos veículos (de 4,10 metros) para caminhões trafegarem em todo sistema viário municipal.

“Caminhões acima de três eixos e carregados de argila são proibidos de trafegar no perímetro urbano. Os motoristas devem observar as regras de trânsito nacionais, como o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), as resoluções do Contran e as regras específicas do município”, acrescenta a pasta.

1 COMENTÁRIO

  1. Nunca vi tanta barbaridade no trânsito em outras cidades como vejo em Rio Claro. Aqui falta fiscalização, pois o motorista faz o que quer, como estacionar o veículo no sentido contrário, não dar seta ao fazer conversões, motociclistas que não páram no sinal vermelho, não respeitam sinal de “PARE” e ultrapassagem pela direita, sem contar com o abuso na velocidade em vias de trânsito lento.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: