Carine Corrêa

Foi confirmada mais uma morte por gripe A (H1N1) em Rio Claro pela Vigilância Epidemiológica. A paciente que morreu em virtude da doença tinha 57 anos ‘sem doença pré-existente e não tomou a vacina contra a gripe’, segundo nota da Fundação Municipal de Saúde. O boletim foi emitido nessa sexta-feira (22), confirmando também um caso de Influenza B na cidade, outro tipo de síndrome respiratória aguda grave.

Primeira morte

O primeiro óbito no município foi de Ricardo Meissner. Ele tinha 44 anos e faleceu no dia 15 de maio. “Tudo começou com dor no peito, tosse seca e dor de cabeça. Ele foi atendido na Vila Cristina, depois no Cervezão e posteriormente no pronto-socorro da Santa Casa. Ele chegou a tomar quatro comprimidos do Tamiflu”, comentou o pai Nivaldo Meissner na época.

O segundo óbito foi de uma paciente do sexo feminino, 37 anos, sem doenças pré-existentes. Já o terceiro foi um paciente do sexo masculino, 45 anos, sem doença pré-existente e que não tomou a vacina da gripe.