Whirlpool nega demissões em massa

366

Antonio Archangelo

As notícias veiculadas pelas redes sociais que apontam demissões em massa na unidade da Whirlpool em Rio Claro foram negadas pela empresa nessa quarta-feira, 6 de julho. Procurada, a assessoria de comunicação da empresa informou que “não há fundamento nas notícias veiculadas nas redes sociais”.

Segundo a Whirlpool, não existem demissões em massa na cidade de Rio Claro. “O que existe, no momento, é a adoção de férias coletivas para a necessária manutenção dos equipamentos para o início das atividades no segundo semestre”.

Em 2012, impulsionada pela redução do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) para os produtos da linha branca aquecendo o mercado de eletrodomésticos, as empresas que produzem esses equipamentos criaram novos postos de trabalho e aumentaram o número de contratações.

A Whirlpool Latin America, que atua no Brasil com as marcas Brastemp, Consul e KitchenAid, anunciava a criação de 1.000 novos empregos diretos, gerados pela redução de IPI nas unidades da fábrica em Rio Claro e Joinville. Na época, a Whirlpool afirmava que “a redução do IPI tem contribuído amplamente para movimentar a economia. Em primeiro lugar, traz um benefício real aos consumidores, que adquirirem produtos mais eficientes e de alta essencialidade”.

2 COMENTÁRIOS

  1. Pessoal: não vão na onda dos boatos de redes sociais ou do sindicato senão vai acontecer o mesmo que a DNP e Ludival, lembrem-se com demissões ou não o sindicato sempre terá o dele garantido!

    • Isso mesmo por causa deles uma excelente empresa fechou e aí eu pergunto. Cadê emprego para os que eles deixaram desempregados? Não deixem que eles façam o mesmo com vocês pessoal da Whirpool :/
      Fica a dica!

Qual sua opinião? Deixe um comentário: