Capivara resgatada no Centro é solta na Feena

997

Laura Tesseti

Uma capivara apareceu na Rua 5, na região central de Rio Claro, na manhã de segunda-feira (25) e chamou a atenção de muitos populares que estavam e passavam pelo local.

Em um vídeo que está sendo compartilhado nas redes sociais – e é possível ser acessado no www.jornalcidade.net, o animal aparece sendo resgatado pela equipe da prefeitura municipal de Rio Claro, que foi acionada para tomar as providências cabíveis.

O JC conversou com o GCM Ferreira, que atuou na ocorrência e explicou que a Guarda foi acionada por volta das 7h20 e compareceu ao local. Ao se deparar com a situação, a equipe acionou o Departamento de Proteção Animal, vinculado à Secretaria do Meio Ambiente e, segundo nota enviada pela prefeitura municipal de Rio Claro, “foi então realizado o resgate do animal, que apresentava ferimentos leves e recebeu o devido atendimento. Ainda na segunda-feira (25), a capivara foi devolvida ao seu ambiente natural, sendo colocada em liberdade em área na Floresta Estadual Edmundo Navarro de Andrade, o antigo Horto Florestal.

Mas não é a primeira vez que animais não domésticos são vistos circulando pela região central do município. No Jardim Público, por exemplo, é possível perceber, em alguns dias, a presença de tucanos que buscam refúgio nas copas das árvores mais altas. O JC já relatou também uma situação em que uma pata selvagem buscou um condomínio fechado para poder chocar seus filhotes há pouco mais de um ano.

HABITAT

Segundo a veterinária Camila Vitte, a invasão pelo ser humano de áreas verdes é uma das grandes responsáveis por esse movimento feito pelos animais. “Com o ser humano invadindo cada vez mais o espaço dos animais, vemos a diminuição dessas áreas e consequentemente esses animais irão entrar no espaço urbano. Por isso nosso dever é agir com responsabilidade na captura e devolução à natureza, bem como da sua preservação, afinal esse é o lar dos animais e precisamos respeitá-lo”, afirma.

EMERGÊNCIA

Em casos de emergência envolvendo animais, a GCM pode ser acionada pelo 153, os Bombeiros pelo (19) 3534-5488 e a Polícia Ambiental pelo (19) 3533-3149.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: