Velo Clube perde para o Audax e está eliminado na A-3

940

Com muita chuva no estádio Benitão o Velo Clube recebeu o Audax na noite de sábado (13), pela partida de volta das quartas de final do Campeonato Paulista da Série A-3 e acabou derrotado por 2 a 0 e deu adeus a competição. Foi a primeira derrota do time velista na A-3 em 18 jogos.

Com o gramado encharcado e com muitas poças as duas equipes tiveram muitas dificuldades para construir as jogadas e tocar a bola principalmente no setor de meio campo.

O time velista apostava na velocidade de Chuck e Gustavo Henrique pelas pontas para tentar surpreender o adversário. Logos nos primeiros minutos essa alternativa quase funcionou quando Chuck, após lançamento saiu na cara do gol, mas chutou em cima do goleiro Jeferson.

O time de Osasco tentava explorar a criatividade do meia Marcondelli, mas o jogador esbarrava na boa marcação do Velo Clube.

No segundo tempo o Velo Clube começou pressionando  em cobrança de escanteio o zagueiro Alexandre Carvalho de cabeça acertou a trave do Audax.

Em seguida mais uma vez no escanteio o lateral Léo Santos cabeceou e a bola passou perto.

O Audax respondeu em cobrança de falta, após bate e rebate a bola sobrou para o zagueiro Bruno que de frente pro gol perdeu uma chance incrível.

Aos 32 minutos Chuck puxou contra ataque par ao Velo Clube e foi derrubado por Matheus Azevedo que foi expulso deixando o time de Osasco com um a menos.

O time do Audax não desanimou e em cobrança de falta cobrada curta para Marcondell, o meia recebeu, fez o corte e de perna direta e acertou o ângulo direito de Felipe Rocha marcando um golaço.

O Velo foi em busca do gol de empate, mas não conseguiu passar pela marcação do Audax.

Em contra ataque do time de Osasco, o nome do jogo, o meia Marcondelli se livrou da marcação e de perna direita acertou outra vez um belo chute marcando mais um golaço no Benitão.

O time velista ainda tentou, mas esbarrava na falta de pontaria dos seu jogadores. Sem mais tempo o time de Osasco esperou o tempo passar e comemorou a classificação em pleno Benitão.

2 COMENTÁRIOS

  1. Uma grande pena que o Velo perdeu na hora que não devia perder, esse era o meu grande temor pois todos invictos sempre tem a hora de perder a invencibilidade. Apontar os erros nessa hora de cabeça quente desse jogo não leva a nada, prefiro ressaltar que foi feito um brilhante trabalho e esse trabalho precisa continuar. Manter a unidade da diretoria, torcida e se possível conservar pelos menos alguns jogadores chaves e manter principalmente o técnico se torna primordial pois um tropeço mesmo numa hora crucial não pode desmanchar um trabalho quase impecável e equipe boa não se começa do dia pra noite e o segredo é a continuidade. Nós velistas já passamos por tantas alegrias e tristezas e com certeza faremos desse incidente um grande impulso pra recolocar o Velo em divisão superior para a alegria de uma torcida vibrante como é a nossa.

  2. Embora eu resida em São Paulo, não perdi uma partida sequer do Velo! Torci muito, mas muito a distância e o sofrimento me parece maior!
    Ontem, dia 13 de abril, quando tudo parecia certo que o velo caminhava para sua classificação , o Audáx marcou seu primeiro gol , o que matou toda esperança da família Velista! Enfim como alguém tem que perder foi a vez do velo experimentar o sabor de uma derrota, quando era necessario apenas um empate, Iara nos aproximar da série A2.parabens ao elenco Velista e toda sua Diretoria.
    São Paulo,
    Vanildo

Qual sua opinião? Deixe um comentário: