Último dia para conseguir desconto de 10% no IPTU de Rio Claro

210

Termina nesta terça-feira (20) o prazo para pagar o IPTU de Rio Claro à vista com desconto de 10% no valor total do carnê. Quem for parcelar também deve correr, pois na mesma data encerra-se o prazo para pagar a primeira parcela, sendo que a prazo os pagamentos em dia valem 3% de desconto em cada parcela. Ainda nesta terça-feira acaba o período dos pedidos de isenção do IPTU.

“Nossa expectativa é de que os contribuintes aproveitem os descontos oferecidos pela prefeitura”, observa o secretário municipal de Economia e Finanças, Gilmar Dietrich.

O imposto está sendo recebido no Bradesco, Santander, Itaú, Banco do Brasil e Caixa Federal, nas casas lotéricas e na cooperativa de crédito Sicoob Crediacirc.

Quem fez o pedido de isenção do IPTU no ano passado neste ano não precisa levar documentos ao Atende Fácil (Avenida 2, ruas 2 e 3, Centro), basta apresentar o carnê do IPTU 2018 e preencher o formulário, fornecido pelo próprio Atende Fácil. Os demais devem levar o carnê deste ano, RG e CPF, cópia da certidão de casamento ou óbito caso o IPTU esteja no nome de cônjuge, e cópia da escritura caso o imóvel não esteja no nome do requerente, além de preencher o requerimento disponibilizado no Atende Fácil.

Quem não recebeu o carnê do IPTU em sua residência pode buscar o boleto no Atende Fácil. O atendimento é feito das 8 às 16 horas. Outra opção é imprimir as guias de pagamento diretamente do site da prefeitura, pelo endereço www.rioclaro.sp.gov.br, link “IPTU 2018” no alto da página.  Basta inserir o código reduzido ou a referência cadastral do imóvel, encontrados nos carnês anteriores e, em seguida, optar entre o parcelamento ou o pagamento à vista, imprimir o documento e pagar em alguma unidade da rede credenciada.

Pelo site da prefeitura também é possível imprimir a solicitação de isenção de pagamento do IPTU para levar ao Atende Fácil, junto com o carnê deste ano. Podem pedir isenção do IPTU aposentados e pensionistas que ganham até dois salários mínimos e são proprietários de um único imóvel, no qual residem.

DEIXE UMA RESPOSTA