Tocha das Olimpíadas Rio 2016 deve passar por Rio Claro

132

 

Divulgação

 Oficialização no projeto Tocha Olímpica será feita com a assinatura de contrato de adesão
Oficialização no projeto Tocha Olímpica será feita com a assinatura de contrato de adesão

O município de Rio Claro está oficialmente convidado a receber a tocha olímpica dos Jogos de 2016, que acontecerão no Rio de Janeiro. O assunto, que começou a ser tratado no mês passado em Brasília pelo secretário municipal de Esportes, Reginaldo Breda, foi discutido na última quinta-feira (6) no Paço Municipal com representantes do Comitê Rio-2016 e da Presidência da República, que estiveram em Rio Claro para a primeira visita técnica.

“Na reunião em que representei o prefeito Du Altimari em Brasília manifestamos interesse em participar do revezamento da tocha olímpica e, agora, vamos iniciar o planejamento para concretizar nossa presença”, informou Breda.

A oficialização de Rio Claro no projeto Tocha Olímpica será feita com a assinatura de contrato de adesão, no qual o município se responsabilizará pela organização do trânsito, divulgação e suporte para o evento. “É um acontecimento que entra para a história da cidade, envolvendo a comunidade e não apenas o esporte, mas todos os demais setores”, observou Emiliano Xavier, representante do comitê.

Pelo projeto inicial, a tocha olímpica passará por Rio Claro em julho de 2016, semanas antes do início das Olimpíadas. O trajeto terá 3.400 metros, com 17 condutores da tocha, sendo finalizado no Estádio Municipal Augusto Schmidt Filho.

Cada condutor levará a tocha por 200 metros. Os candidatos a condutor da tocha devem ser inscritos nos sites dos patrocinadores oficiais – Bradesco, Coca-Cola e Nissan – e do comitê Rio 2016. As inscrições já estão abertas. Não serão aceitas pessoas com idade inferior a 12 anos e ocupantes de cargo público ou candidatos a cargos públicos.

A previsão é de que 12.000 pessoas façam a condução da tocha a partir de maio, em 20.000 km de rota terrestre e 10.000 milhas em rota aérea.

José Ivo Vannuchi, representante da Presidência da República, ressaltou que dos mais de 5.500 municípios brasileiros apenas 300 participarão do revezamento. “Será um evento nacional, com mensagem de união pelo esporte, mostrando um povo acolhedor, e que poucos municípios terão o privilégio de ver presencialmente”, afirmou.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: