Tarifa de água em RC é mais cara que em Santa Gertrudes

155

Da Redação

Tarifa mínima na faixa residencial em Rio Claro é mais cara que na vizinha Santa Gertrudes
Tarifa mínima na faixa residencial em Rio Claro é mais cara que na vizinha Santa Gertrudes

O reajuste na tarifa de água em Rio Claro foi 11,31% maior que o percentual aplicado em Santa Gertrudes, de 5,86% em dezembro do ano passado. Em Rio Claro, a nova tarifa começou a valer a partir de março deste ano. Com isso, a tarifa para o consumo mínimo, de 10 metros cúbicos (m³) ou 10 mil litros, passou para R$ 27,70 por mês em Rio Claro, contra R$ 18,40 em Santa Gertrudes.

Em Santa Gertrudes a Foz trabalha com cinco categorias de uso: residencial social, residencial, comercial, industrial e público. As faixas de consumo vão de 0 a 10 m³ (mínimo), 11 a 15 m³, 16 a 20 m³, 26 a 50 m³ e acima de 50 m³. O valor da tarifa varia conforme a faixa e a categoria de uso. A tarifa de esgoto representa 90% da tarifa de água. Para quem consome de até 10 m³ na categoria residencial social, a tarifa de água é de R$ 0,92 por m³. De 11 A 15 m³, tarifa de R$ 1,62 por m³ de consumo; de 16 a 20, R$ 3,84; de 21 a 25, R$ 4,79; de 26 a 50, R$ 5,93; e acima de 50, R$ 7,33. Na categoria residencial esses valores variam de R$ 1,84; R$ 3,28; R$ 3,84; R$ 4,79; R$ 5,93; e R$ 7,33 por metro cúbico, respectivamente.

Na categoria comercial o custo é maior, de R$ 3,69 por m³ para consumo de 0 a 10 m³; de R$ 4,71 (faixa 11 a 15); de R$ 6,19 (16 a 20); de R$ 6,19 (21 a 25); de R$ 9,06 (26 a 50); e de R$ 10,76 (acima de 50). Na categoria industrial são quatro faixas de consumo: 0 a 15, tarifa de R$ 5,16 por m³ de água/esgoto; 16 a 25, de R$ 8,04; 26 a 50, de R$ 9,69; e acima de 50, de R$ 12,75. Na categoria público, os valores cobrados são de R$ 2,87 para consumo de 0 a 10; R$ 3,87 de 11 a 15; R$ 5,38 de 16 a 20; R$ 5,38 de 21 a 25; de R$ 7,45 de 26 a 50; e de R$ 8,91 acima de 50.

Em Rio Claro, o Daae (Departamento Autônomo de Água e Esgoto) trabalha com três categorias de uso: residencial, comercial e industrial. A tarifa de esgoto representa 100% da tarifa de água. A tarifa mínima, para consumo de até 10 metros cúbicos, custa R$ 27,28, sendo R$ 13,64 de água e R$ 13,64 de esgoto. Na faixa de consumo de 11 a 20 m³, o valor cobrado é de R$ 5,52; de 21 a 50 m³, R$ 8,30; de 51 a 100 m³, de R$ 11,98; e acima de 50 m³, R$ 13,82.

Na categoria comercial a tarifa mínima, para consumo de 0 a 15 m³, custa R$ 72,76. Consumo de 16 a 30 m³ o valor cobrado é de R$ 9,26 por m³; de 31 a 50 m³ de R$ 13,82; de 51 a 100 m³, de R$ 16,70; e acima de 100 m³, de R$ 18,52. Na categoria industrial, o consumo mínimo de até 15 m³ custa R$ 138,64; de 16 a 50 m³, R$ 14,10; de 51 a 100 m³, R$ 21,96; e acima de 500 m³, R$ 23,52.

O cálculo do valor da conta é feito da seguinte forma: quem consome 15 m³ de água na faixa residencial paga R$ 5,52 pelos 5 m³ excedentes e mais o valor da tarifa mínima de R$ 27,28. O mesmo processo é aplicado nas demais faixas de consumo.

Em Araras, a tarifa mínima custa R$ 27,93; em Piracicaba R$ 20,20; em Limeira, R$ 22,60; e em Araraquara, R$ 20,70. Campinas tem a tarifa mais cara na região: R$ 44,85.

DEIXE UMA RESPOSTA