Taekwondo de Rio Claro traz prata e bronze de Mundial

114

Divulgação

Elevando o nível do esporte na sexta edição dos Jogos Mundiais Militares, dois atletas da equipe Carmen Carolina Pro Team de Taekwondo de Rio Claro conquistaram o segundo e terceiro lugares no pódio, no último final de semana, ajudando a Seleção Brasileira Militar a somar pontos para o ranking de medalhas do Mundial.

Guilherme Dias, atleta que está entre os favoritos para integrar a equipe olímpica ano que vem e 3°-sargento da Marinha, deu trabalho para os adversários, que, segundo o técnico da Seleção Militar, o tenente da Marinha Belmiro Giordani, “eram de altíssimo nível”. O primeiro desafio do atleta, que representa a categoria até 63 quilos, foi a Tunísia.

Atleta da equipe de Rio Claro, Guilherme Dias subiu ao pódio do Mundial (Felipe Barra/MD)
Atleta da equipe de Rio Claro, Guilherme Dias subiu ao pódio do Mundial (Felipe Barra/MD)

Uma luta acirrada, no entanto, segundo a equipe técnica, Guilherme passou facilmente e finalizou o placar por 10 pontos a 7. Já, nas quartas de final, o brasileiro brigou pela vaga na semifinal com a Arábia Saudita e conquistou. A tensão ficou para a briga com Azerbaijão, que teve um placar apertado em 13 pontos a 9. Mas foi na final que Guilherme deu seu máximo. O atleta enfrentou o Irã, um dos favoritos na modalidade, e acabou ficando com o vice-campeonato. Já Talisca Reis, também 3°-sargento da Marinha e outra atleta cotada para a Rio2016, entrou na briga pela categoria até 53 quilos, mas acabou perdendo logo na primeira luta.

Fechando com chave de bronze a participação da equipe rio-clarense no JMM, a 3°-sargento da Aeronáutica, Jamila Tanna, realizou seu sonho de participar do campeonato subindo no terceiro lugar do pódio. A primeira luta contra França foi garantida com Ponto de Ouro, uma espécie de mata-mata, ou seja, ganha aquele que der o primeiro golpe. No entanto, foi a mesma ‘decisão de ouro’, contra a chinesa, que tirou Jamila da final.

Para decidir a terceira colocação, uma repescagem trouxe a brasileira de volta aos tatames e contra a dona da casa, Coreia, Jamila garantiu a medalha de bronze na categoria até 49 quilos. No geral, o Brasil encerrou a participação em 24 modalidades dos Jogos Mundiais Militares com a segunda colocação no quadro de medalhas.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: