Sem congregação, Jocelir reúne multidão em missa

410

Ednéia Silva

O bispo Dom Josivaldo participa da missa celebrada (fotos Facebook/André Godoy)
O bispo Dom Josivaldo participa da missa celebrada (fotos Facebook/André Godoy)

A sede da Afinsc (Associação Filhos de Nossa Senhora do Caravaggio) foi palco de uma grande celebração na segunda-feira (09). Dezenas de pessoas se reuniram para assistir a missa celebrada pelo padre Jocelir Leo Vizioli que se desligou da Congregação dos Claretianos e está sem vínculo com qualquer ordem religiosa. O evento contou com a presença do bispo Dom Josivaldo Pereira de Oliveira, presidente da Igreja Católica Apostólica Brasileira (ICAB).

A presença do bispo foi relatada em post nas redes sociais. Em sua página no Facebook, André Godoy, voluntário da Afinsc, postou fotos da celebração e também uma agradecimento ao bispo.

“Caríssimo Bispo Dom Josivaldo. Primeiramente a sua benção. Gostaria de agradecer muito pela sua acolhida em nossa comunidade de Nossa Senhora do Caravaggio. A sua grandeza e bondade fizeram renascer a esperança e fortaleceu ainda mais a fé de uma comunidade inteira. O senhor fez com que a essência do sacerdócio do nosso padre Jocelir ressurgisse para estar na sua plenitude a serviço do reino de Deus. Conte sempre conosco e estaremos sempre à disposição para outros chamamentos. Que Deus que é Pai, Filho e Espírito Santo o abençoe sempre e a mãe de Caravaggio lhe cubra com seu manto poderoso e proteja de todo mal. Graça e paz”, diz o post.

Magda Nunes, secretária particular de Jocelir, explica que as reuniões do grupo de oração acontecem todas as segundas-feiras e sempre têm grande público. No encerramento da novena é celebrada uma missa e isso foi feito na última segunda-feira (09). O padre Jocelir estava presente, assim como outros padres convidados. Ela informou que o padre Jocelir se desligou da Congregação dos Claretianos e está sem vínculo com ordem religiosa. Como a Afinsc é propriedade particular ele pode participar das celebrações.

Nas redes sociais existem especulações sobre a possível filiação do padre Jocelir à Igreja Católica Apostólica Brasileira. O fato ganhou reforço com a presença do bispo Dom Josivaldo na celebração de segunda-feira (09). Porém, a notícia não tem confirmação oficial.

Questionada sobre o fato, Magda respondeu que não existe “nada de concreto” sobre o assunto. Questionada sobre o assunto, a Diocese de Piracicaba informou que como ele não faz parte da diocese não tem nenhuma informação a respeito. A coordenação dos Claretianos em Rio Claro também foi procurada, mas os responsáveis não foram encontrados para comentar o caso. Um e-mail também foi enviado para a assessoria de imprensa dos Claretianos em São Paulo, mas não houve retorno até o fechamento desta edição.

7 COMENTÁRIOS

  1. Gostaria que alguém me esclarecesse todo esse caso do Pe.Jocelir.
    1. Qual o real motivo que levou a sua transferência de Rio Claro?
    2. A missão da Igreja não é reunir em torno da Palavra de Deus seu povo e praticar as obras de caridade? Não era isso que se fazia na Igreja de Nossa Senhora do Caravaggio?
    3.Quem saiu na vantagem do afastamento do Pe. Jocelir? Alguém pensou no tanto que ele fez pra chegar onde chegou? E naquelas pessoas que encontravam a paz, esperança em suas palavras, suas orações e as obras do Terra Nova como estão?
    Tenho certeza que se ele vier a realizar missas aqui, toda aquela multidão voltará a participar dAS suas celebrações, porque ele não só fala mas FAZ.

  2. O verdadeiro católico apostólico romano,batizado deve obediência a hierarquia que sempre foi proposta pela Santa Sé devemos obediência ao PAPA e ao nosso Bispo diocesano fora deste contexto os sacramentos perdem seu valor,portanto Pe JOCELIR é ciente disto,e devemos ir a Santa Missa pela presença de CRISTO em corpo,sangue alma e divindade ELE deve ser adorado e não o padre.Curas e libertações acontecem em todas as missas se o coração tem fé

  3. Esse bicho é um herege!
    Sabe de nada de liturgia!
    participei de uma “Missa” com ele, fala sério, aberração!
    manda ele voltar pro seminário e estar teologia, liturgia e aprender um pouco de hermenutica, pra deixar de iludir o povo.

  4. Eu acho um absurdo o Padre Jocelir deixar de pregar…pois ele é um ser humano iluminado que só faz o bem! Precisamos desse Padre!!! Depois de Jesus ter sido crucificado….sem comentários…

  5. Realmente concordo que o Padre Jocelir é um ser iluminado e ele continua com suas missas na AFINSC onde o espaço já está pequeno e necessitando de uma nova Igreja para acolher os fiéis que vem para suas celebrações belíssimas de toda a região. Fico feliz em participar das suas celebrações e ver a cada semana a Igreja mais lotada! Infelizmente a inveja de algumas pessoas e também padres que celebram aquelas missas “batidas” e ultrapassadas de folhetos litúrgicos não conhecem o maravilhoso trabalho do padre Jocelir e ficam fazendo suas críticas com intuito de fazer com que os fiéis não frequente suas celebrações. Para tristeza dessas pessoas e Igreja de Nossa do Caravaggio está cada vez maior, e o padre Jocelir já anunciou uma nova Igreja para acomodar entre 8.000 a 10.000 pessoas sentadas. Força e Fé padre Jocelir, estamos com você!

    • Meu caro, essas “missas batidas e ultrapassadas de folhetos litúrgicos” são exatamente a essência de dois dos três pilares do Catolicismo: a Tradição e a Doutrina. Qualquer um que discorde da Santa Missa como está no Rito Romano (Ou Rituale Romanum em Latim, ou até mesmo o Missal Romano) automaticamente NÃO É CATÓLICO e muito menos tem o direito de ofender o Santo Sacrifício! Aliás, ninguém tem esse direito, pois em cada Missa, não só recordamos o Sacrifício de Cristo na Cruz, como também o revivemos, comungando o Corpo e Sangue de Cristo. Sinto lhe informar, mas pelo que percebi você também é protestante caso eu tenha entendido sua opinião da forma correta. Paz e bem a você.

  6. Eu me sinto muito bem participando das missas celebradas pelo padre Jocelir. Minha fé me é suficiente para alcançar minhas graças, assim não questiono a quem me faz o bem…

Qual sua opinião? Deixe um comentário: