Se piso for retirado, Felipão não tem substituto

188

Favari Filho

FLUTUANTE: equipamento foi instalado em 2014 no Felipão
FLUTUANTE: equipamento foi instalado em 2014 no Felipão

Depois de tomar conhecimento sobre a provável retirada da quadra flutuante do Ginásio Municipal Felipe Karam, noticiada na edição da última quarta-feira (9) do Jornal Cidade, o Caderno de Esportes recebeu informações de que, com o fato, possivelmente, o equipamento que estava anteriormente no Felipão pudesse retornar para o local depois que fosse recolhido o fornecido pela Liga Nacional de Basquete (LNB).

De acordo com informações da Secretaria de Esportes, obtidas por meio da assessoria de imprensa da atual administração, quando do recebimento da nova quadra, a anterior foi transferida para o Clube de Campo [local em que existem polos de basquete do município], para que não ficasse em desuso. “No acordo com a prefeitura, o Clube de Campo assumiu as despesas de transferência e instalação”, acrescentou a nota.

Também procurado pela reportagem, o presidente do Clube de Campo, Fábio Scatolin, esclareceu que desconhece a possibilidade de a quadra voltar ao ginásio, pois existe um contrato firmado com a Confederação Brasileira de Basquete (CBB) por tempo indeterminado para que o clube continue treinando garotos das categorias de base e disputando campeonatos, a exemplo do que vem fazendo nas modalidades sub 12 e sub 13, que se sagraram campeãs do Interior no último domingo (6).

Qual sua opinião? Deixe um comentário: