Eleições: lideranças repercutem pesquisa

154

No último fim de semana, o JC publicou em suas páginas a pesquisa JC/Indsat trazendo três simulações das eleições presidenciáveis para 2018. Conforme divulgado, em Rio Claro, se as eleições fossem hoje, a maioria dos entrevistados elegeria o ex-presidente Lula (PT). O petista aparece em primeiro lugar nos três cenários. Em segundo lugar, ficou o deputado Jair Bolsonaro, que atualmente foi liberado do partido pelo qual cumpre o mandato na Câmara (PSC), para disputar o pleito pelo Patriota (antigo PEN). O governador Geraldo Alckmin (PSDB) emplacou o terceiro lugar em dois dos três cenários, inclusive com vantagem sobre Henrique Meirelles. Em uma das simulações, o prefeito da capital paulista João Doria (PSDB) ficou atrás de Luciano Huck (sem partido) e Joaquim Barbosa (sem partido).

O que as lideranças políticas de Rio Claro dizem dos resultados da pesquisa?

Partido dos Trabalhadores (PT) – “A pesquisa reflete o que está acontecendo no Brasil. Após cumprir seu mandato, Lula saiu com 80% de aprovação do seu governo. A população brasileira não está contente. O ex-presidente aprovou recursos para Rio Claro, liberados posteriormente pela Dilma. Temer diminuiu o salário mínimo. Essas questões refletem no dia a dia do povo” – Olga Salomão.

PSDB – “Alckmin é o mais equilibrado dos dois candidatos. Não acredito que Lula vai ser candidato. O governador é extremamente honesto e quem vai sobreviver é o mais honesto. Alckmin mostrou que sabe administrar: o resultado é o seu quarto mandato no governo do Estado de São Paulo. Se comparar São Paulo com outros estados, é o único que paga o servidor público em dia. Entramos em crise por culpa do PT. O povo não vai votar em extremista de direita e muito menos em ladrão. Doria não é presidenciável, poderá ser candidato a governador, mas há outros nomes no partido, como o de Serra e de Floriano Pesaro” – médico João Walter.

Patriota – “Acredito sim nessa pesquisa.
Posso te dizer que aceitei ser presidente do Patriotas pelo motivo de que nossa população clama por uma mudança urgente! Podemos exemplificar o que está acontecendo em nosso governo federal tanto no municipal, pois nada acontece. Acho que o momento é de reflexão, e a tendência de mudanças é isso, é o que nossa juventude espera” – Jean Goulart Rodrigues.

Resultados

Na primeira simulação da disputa presidencial, Lula tem 19,25%, Bolsonaro 15,50%, Geraldo Alckmin 13,25%, Marina Silva 8% e Ciro Gomes 5,75%.

Na segunda, Lula tem 21% das intenções de voto, seguido de Bolsonaro (12,50%), Luciano Huck (10,75%), Joaquim Barbosa (8,75%) e João Doria (6%).

Na terceira, Lula lidera com 19,75%, Bolsonaro 15,75%, Alckmin 15%, Marina 8% e Meirelles 3,25%.

Metodologia

A Pesquisa JC/Indsat ouviu 400 entrevistados na terceira semana do mês de novembro deste ano, com uma margem de erro máxima estimada em 4% para mais ou para menos, com um intervalo de confiança de 95%.

COMPARTILHAR

Deixe um comentário