VÍDEO Canil: aumenta pressão contra a Prefeitura

273

Carine Corrêa

O que era para ser o assunto principal da Casa na sessão ordinária dessa segunda-feira (9) – projeto 157, que trata sobre gratificação a servidores municipais – acabou sendo ‘ofuscado’, já que a advogada Maira Beltrame utilizou a Tribuna Livre da Câmara para cobrar ações do poder público quanto ao Canil Municipal. Em sua fala, criticou a diretoria do Departamento de Proteção Animal (DPA) ao secretário de Meio Ambiente e demonstrou preocupação em relação à rescisão do contrato entre Prefeitura e a empresa RR Veterinária, que cuidava do Canil.

O motivo da minha vinda é justamente pra falar da causa animal e todos os acontecimentos recentes que estão acontecendo na nossa cidade. Desde o começo do ano, nós procuramos a gestão, primeiramente através da diretora, infelizmente nunca fomos bem recebidos. Posteriormente procuramos o secretário e infelizmente não conseguimos um diálogo muito proveitoso e desde então começamos a enviar ofícios para o prefeito. Após começarmos ter esse posicionamento, recebemos um ofício do dia 15 de maio proibindo os membros da Comissão de Direitos Animais de irem até o Canil pra fiscalizar os atos. Posteriormente no dia 19 de junho recebemos outro ofício da diretora dizendo que já não receberia mais os ofícios e que todas as nossas solicitações deveriam ser enviadas ao Atende Fácil, dá pra se perceber uma clara tentativa de dificultar. No dia 3 de setembro apareceram nas redes sociais vários vídeos que acabaram materializando as denúncias que já estávamos recebendo desde o começo do ano, de vários cidadãos. Infelizmente nesses vídeos, 90% das pessoas que aparecem são funcionários do DPA. A maioria é de comissionados, criticou a jurista questionando ainda a rescisão do contrato e demonstrando preocupação quanto à falta de equipamentos e profissionais no Canil, atentando também para compra de ração. Após desabafo da advogada, vereadores solicitaram presença do secretário de Meio Ambiente na Câmara, por meio de requerimento, “solicitando sobre a viabilidade de o secretário de Meio Ambiente comparecer a esta Casa de Leis para devidos esclarecimentos aos vereadores e desta forma ao povo de Rio Claro”.

Prefeitura

Recentemente, a Prefeitura pronunciou-se via assessoria de imprensa quanto à suposta proibição de protetores no Canil: A prefeitura informa que não há proibição no acesso de ONGs ou qualquer pessoa ao Canil Municipal. Por questão de organização e bom funcionamento dos serviços, as visitas são permitidas durante o horário de expediente do canil que atende de segunda a sexta-feira, das 7 às 17 horas, e aos sábados, domingos e feriados, das 7 às 12 horas.

COMPARTILHAR

Deixe um comentário