Rio Claro registra a terceira morte por gripe H1N1

6105

O vírus H1N1 fez mais uma vítima fatal na cidade de Rio Claro. A morte de uma paciente de 51 anos, que estava internada em um hospital particular da cidade, aconteceu no sábado (23).

A médica pneumologista Soraia Cristiane Cassab Acosta, que fez parte da equipe médica que cuidou da mulher que veio a óbito, em entrevista ao Jornal da Manhã da Rádio Excelsior Jovem Pan, contou com exclusividade que que o vírus destruiu os tecidos pulmonares e que os remédios não conseguiram reverter o caso já que a pneumonia por vírus é mais destruidora que a bacteriana.

Reportagem completa na edição do JC desta terça-feira (26).

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA