Rio Claro sedia campeonatos de hipismo neste fim de semana

112

Divulgação

O cavaleiro rio-clarense Jesper Martendal estará na disputa com seu cavalo Land Jimmy
O cavaleiro rio-clarense Jesper Martendal estará na disputa com seu cavalo Land Jimmy

Neste fim de semana, com entrada gratuita, a Associação Brasileira de Cavaleiros de Hipismo Rural (ABHIR) vai sediar, no Clube de Cavaleiros Prof. Victorino Machado, situada na Floresta Estadual Edmundo Navarro de Andrade, a VI etapa ABHIR de Salto, II Escola Especial, IV Etapa de Hipismo Rural e II Etapa de Copa Rédeas.

A cidade é conhecida por revelar grandes atletas do hipismo, entre eles Jesper Martendal, medalha de bronze por equipe nos Jogos Pan-americanos de Guadalajara em 2011, que estará presente no evento, Henrique Pinheiro, campeão Sul-Americano de CCE em 2014 e integrante da seleção brasileira que disputará os Jogos Pan-Americanos de Toronto neste ano e, representando a nova geração do esporte, o ginete Rafael Losano, de apenas 17 anos, que atualmente disputa provas na Inglaterra e está entre os cavaleiros reservas convocados para o Pan, em julho.

Neste sábado (20), serão realizadas provas de Salto, composta por 10 categorias que variam de 0,40 m a 1,20 m e também mais uma etapa da Escola Especial, com altura de 0,40 m voltada a atletas portadores de necessidades especiais e praticantes da Equoterapia. São destaques da equipe rio-clarense os cavaleiros Guilherme Lambertucci Kock, Beatriz Grubizza, Carolina Deboni Schmidt, Giovanna Guilherme, Guilherme Nobre Franco Rosalem, Giulia Guadiz e o treinador da equipe, o professor José Adilson Bernardino.

No domingo (21), serão realizadas as provas de hipismo rural a partir das 8h30, com destaque para Stella Fior, Murilo Botardo Stabelini, Giovanna Guilherme e José Adilson Bernardino. Depois desta prova, será realizada mais uma etapa da Copa Rédeas.

“Vejo que a associação tem uma importância fundamental na vida destes atletas, representando uma base capaz de fornecer um ambiente favorável ao desenvolvimento de jovens através da interação com o cavalo, proporcionando um convívio familiar e a evolução técnica, fatores essenciais para que eles alcancem seus objetivos no futuro”, diz Regina Gândara, presidente da ABHIR.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: