Rio Claro joga contra o Caxias do Sul de olho na zona de classificação

82

Matheus Pezzotti

Vencer. Este é o único pensamento do Rio Claro Basquete que enfrenta o Caxias do Sul na noite desta terça-feira (15), às 20h, no ginásio Vasco da Gama, pela 11ª rodada.

O time rio-clarense, que venceu três das 10 partidas que realizou, sendo a última na rodada anterior contra o Vitória (86 a 63), está em 13º lugar e pode, em caso de nova vitória, com uma combinação de resultados, ficar entre os 12 primeiros na zona de classificação para os playoffs.

Os times logo acima de Rio Claro na tabela também jogam nesta terça-feira. O Macaé (12º) encara o Brasília, fora de casa, o Vitória (11º) visita o Bauru, o São José (10º) recebe o Paulistano e o Basquete Cearense (9º) vai até Franca.

Com três vitórias no nacional, time rio-clarense quer engrenar sequência de resultados positivos para subir na tabela
Com três vitórias no nacional, time rio-clarense quer engrenar sequência de resultados positivos para subir na tabela

“Este jogo vale demais. Pela rodada que vai ter, têm vários jogos que, se não der zebra, com uma vitória nossa, a gente pode entrar na zona de classificação, para adquirir ainda mais confiança e continuar evoluindo no campeonato e na tabela”, diz o técnico Dedé Barbosa. Com time completo, o treinador pede para sua equipe entrar com ‘pegada’, para não pagar o preço no final.

“Temos que ter atitude, entrar firme, principalmente no primeiro quarto. A gente deixou isso escapar contra o Basquete Cearense e pagamos por isso com a derrota no fim do jogo”, acrescenta.

O ‘caçula’ Caxias do Sul é o lanterna, com duas vitórias em 10 jogos e vem de dois resultados negativos no Rio de Janeiro, contra o Flamengo (93 a 51) e contra o Macaé (71 a 62).

O time do técnico Rodrigo Barbosa tem como destaques o armador Gustavinho e o ala Alex, este com lesão na lombar, já está ausente há dois jogos e é dúvida. Mas os gaúchos têm a segunda melhor média de bolas recuperadas na temporada, com 12,60 por partida.

O jogo pode ser acompanhado em tempo real pelo site oficial da Liga Nacional de Basquete (LNB): www.lnb.com.br.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: