Rio Claro já tem primeiras renúncias de candidatos a vereador

122

Antonio Archangelo

urna-eletronica-1_10_609

Dos 426 candidatos a vereador de Rio Claro, pelo menos seis já renunciaram à candidatura, de acordo com informações do Sistema de Registro de Candidaturas do Tribunal Superior Eleitoral, o TSE.

De acordo com os dados, renunciaram à candidatura na coligação Avante, composta por PSB, PT do B e PTC, Heide Martins e Tony Ribeiro, ambos do PSB.

Dos partidos que saem com chapa pura, o Solidariedade possui duas renúncias: o fotógrafo Gilberto Júnior e Pedro Gilberto Tomazella.

Pelo Democratas, a renúncia é da ex-presidente da Fundação Municipal de Saúde, Ivete Cipolla.

E, no PSDB, o candidato Marcelo Perdiza.

A segunda-feira, 12, pela legislação, é o último dia para o pedido de registro de candidatura às eleições majoritárias e proporcionais na hipótese de substituição, exceto em caso de falecimento de candidato.

Outros 420 candidatos aguardam o deferimento das candidaturas para o pleito de outubro. Neste caso, também no dia 12, é a data em que todos os pedidos de registro de candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereador, inclusive os impugnados e os respectivos recursos, devem estar julgados pelas instâncias ordinárias, e publicadas as decisões.

O dia 14 é o último dia para os partidos políticos ou as coligações comunicarem à Justiça Eleitoral as anulações de deliberações dos atos decorrentes de convenções partidárias.

A título de informação, no sábado, 17, nenhum candidato poderá ser detido ou preso, salvo em flagrante delito.

22 POR VAGA
Se os 420 candidatos a vereador tiverem a candidatura deferida pela Justiça Eleitoral, serão 22,10 candidatos por vaga em relação à concorrência para a eleição dos novos vereadores para a próxima legislatura. Atualmente o município possui apenas 12 vereadores e elegerá 19 no mês de outubro.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: