Rio Claro investe mais de 133 milhões em saúde

67

Em Rio Claro saúde é uma das prioridades desde o início da atual administração. Exemplo disso é o investimento que o município faz no setor, que nos últimos 12 meses chegou a cerca de 30% do orçamento municipal, o dobro do mínimo que é estabelecido em lei, que seriam 15 %. Foram 133,4 milhões de reais destinados ao setor. Seis novas unidades de saúde no setor de Atenção Básica, equipamentos para a Urgência e Emergência e a implantação do Espaço Mais Saúde estão entre as realizações do setor de saúde desde 2017.

Na segunda-feira (2) Djair Francisco, secretário de Saúde, ocupou a Tribuna Livre na Câmara Municipal para falar sobre essas e outras ações do setor de Saúde e também sobre o que deve ser feito em breve, como a segunda base do Samu, em implantação na zona Sul. “É uma prestação de contas que o poder executivo faz ao legislativo, numa iniciativa bastante positiva em que informamos sobre o trabalho que vem sendo feito e prestamos eventuais esclarecimentos”, afirma o secretário.

O presidente da Câmara Municipal, André Godoy, destaca que é papel dos vereadores fiscalizar e acompanhar as ações do Executivo.  “A iniciativa mostra compromisso, respeito e transparência com as ações realizadas pela prefeitura”, frisa André Godoy.

No resumo apresentado à Câmara Municipal, destaque para a ampliação da Atenção Básica. Os bairros Santa Elisa, Jardim Progresso e Mãe Preta receberam novas Unidades de Saúde da Família. Os prédios fazem parte do rol de seis obras de unidades que foram abandonadas pela gestão anterior e retomadas no início da gestão do prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria. As unidades do Jardim Brasília, São Miguel e Bela Vista devem ser inauguradas em breve e prédios que já existem receberam reformas para melhor atender a comunidade. É o caso da Unidade Básica de Saúde do Bairro do Estádio, que teve o telhado trocado, e da unidade de Itapé. Outras unidades também devem receber melhorias.

No Espaço Mais Saúde quem aguardava há anos na fila de espera por um procedimento médico está sendo atendido em consultas, exames e cirurgias. Mais de 13 mil pessoas já foram atendidas. “Reduzir filas é uma das metas da administração e os esforços têm dado resultados”, ressalta Djair. Parceria entre a Secretaria de Saúde e o Hospital Santa Filomena tem ampliado o número de cirurgias eletivas. De janeiro a junho deste ano mais de 150 pacientes que estavam na fila de espera do SUS (Sistema Único de Saúde) realizaram gratuitamente cirurgias.  A prefeitura também comprou 11 leitos do hospital particular para atender pacientes do SUS.

Serviços que já existiam passaram a receber maior atenção e investimentos. Foi o que aconteceu com o Laboratório Municipal de Análises Clínicas, onde dois milhões de reais foram investidos. Os recursos foram usados em modernos equipamentos e hoje praticamente todos os exames da rede municipal pública de saúde são realizados na unidade. Novos equipamentos também foram adquiridos para os atendimentos de urgência e emergência, além disso, o pronto socorro da Avenida 15 passou a contar com novo e moderno equipamento de raios-x. “O mesmo acontecerá com as duas UPAs da cidade, agilizando e modernizando os atendimentos”, informa o secretário.

Para atender quem precisa de medicamentos nos finais de semana e feriados, a prefeitura implantou o Farmácia Todo Dia, com atendimento na farmácia ao lado da UBS do Bairro do Estádio e no prédio ao lado da UPA do Cervezão. As farmácias funcionam das 8 às 17 horas. Em um ano de funcionamento foram mais de 172 mil atendimentos.

As realizações da saúde incluem ainda reativação do Gabinete Odontológico Móvel, nova UTI para o Samu, novas ambulâncias, leitos na Santa Casa, Residência Terapêutica em parceria com a Casa de Saúde Bezerra de Menezes e sistema de controle de estoque no almoxarifado.

DEIXE UMA RESPOSTA