Rio Claro inicia uso de drones com vistoria em área de incêndio

148

O município de Rio Claro colocou em funcionamento nesta semana, em caráter experimental, os drones adquiridos pela prefeitura para serem utilizados em ações de monitoramento. Os equipamentos foram usados por equipe da Defesa Civil em vistoria na área da ferrovia acometida por incêndio ocorrido na terça-feira (21). As imagens captadas pelos drones auxiliaram a Defesa Civil na elaboração de relatório sobre as condições da área queimada.

“A aquisição dos drones foi um investimento importante da prefeitura, que passa a contar com o auxílio da tecnologia em ações de monitoramento”, comenta o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, que acompanhou a vistoria na quarta-feira (23). “Os drones vão ficar com a Guarda Municipal e a Defesa Civil, mas estarão disponíveis para uso de outros setores da prefeitura”, explica Marco Antonio Bellagamba, vice-prefeito e secretário de Segurança, Defesa Civil, Mobilidade Urbana e Sistema Viário.

O diretor da Defesa Civil, Wagner Araújo, informa que os drones ainda não entraram oficialmente em operação porque a equipe ainda está em treinamento, para cumprir as etapas de certificação. “Essa primeira ação em fase experimental já demonstra que os equipamentos serão ferramentas muito úteis para o município”, afirma.

Nesta semana, agentes de segurança fizeram treinamento sobre o uso dos aparelhos em Limeira. Na próxima semana, eles farão curso sobre segurança de vôo em São Paulo e, no início de setembro, estarão habilitados e certificados para uso dos drones.

A prefeitura adquiriu dois drones do modelo Phantom 4 Pro – Obsidian. Cada aparelho custou R$ 9,4 mil, preço calculado com base no valor do dólar do dia. Além disso, a prefeitura adquiriu acessórios para os drones, como quatro jogos de baterias extras (dois para cada aparelho) no valor de R$ 1.250,00 cada, dois tablets/telas de R$ 3.990,00 cada, duas fontes para carregador – R$ 270,00 a unidade, dois inversores de tensão – R$ 750,00 cada, bem como o curso para treinamento de operadores da Defesa Civil e Guarda Civil Municipal (GCM) no valor de R$ 3.000,00, totalizando R$ 36.820,00 de investimentos.

A utilização de drones pelo município foi solicitada em requerimento pelo vereador Ruggero Seron.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA