Rio Claro FC perde por 2 a 0 para o GO Audax e se complica

127

Matheus Pezzotti

Sem padrão de jogo, Galo Azul teve espasmos ofensivos, mas foi dominado pelo Audax
Sem padrão de jogo, Galo Azul teve espasmos ofensivos, mas foi dominado pelo Audax e seu toque de bola

Ainda não foi dessa vez que o Rio Claro conseguiu vencer neste Paulistão. Pela quarta rodada, o Galo Azul foi derrotado, em casa, pelo GO Audax, em jogo disputado no início da noite de sábado (13).

Os gols foram marcados por Ytalo, aos 10 minutos do primeiro tempo, após cruzamento da direita, que passou pela área, Erick Luiz pegou na esquerda e bateu forte e rasteiro e o camisa 9, de carrinho, marcou. O segundo foi de Rodrigo Andrade, aos 34 do segundo tempo. Tchê Tchê bateu de fora da área e acertou a trave e no rebote, o meia bateu com o gol livre para ampliar.

Com o resultado, o Galo Azul segue em situação preocupante, com apenas 1 ponto em três jogos, em quarto lugar no Grupo D e na zona do rebaixamento, agora em penúltimo, na frente apenas do Mogi Mirim, único time que ainda não pontuou no Paulistão. Já o Audax é vice-líder do Grupo C e no geral, com 9 pontos, mesma pontuação da Ferroviária, primeiro da sua chave e líder no geral.

O Azulão volta a jogar na quarta-feira (17), contra o XV de Piracicaba, no Barão de Serra Negra, às 17 horas, em jogo atrasado da segunda rodada.

O JOGO
Início com muito toque de bola do Audax, característica do time. O Rio Claro FC jogava compactado, nos contra-ataques, mas não conseguia sair jogando, apenas com chutões. E no toque de bola, o Audax aproveitou a falta de padrão de jogo do Galo Azul e abriu o placar.

Além da dificuldade em sair jogando, o Rio Claro FC protagonizava um festival de passes errados ou no vazio e o Audax aumentava a sua posse de bola e o controle do jogo. Luis dos Reis adianta o time e o Galo Azul melhora e cria mais chances de gol. Aos 36, Luís Felipe cobrou falta frontal no ângulo, mas Felipe fez excelente defesa.

No segundo tempo, o jogo seguiu na mesma maneira, mas o Rio Claro FC não dava mais espaços, porém, não mostrava força de reação, com o Audax bem postado atrás.

Aos 34, o segundo gol do time comandado por Fernando Diniz. O audax quase ampliou, nos acréscimos, aos 46 minutos, com Wellington, que driblou a zaga rioclarista e bateui forte de dentro da área, para espetacular defesa de Lucas Frigeri.

Barrado do time titular, o zagueiro Alex Silva, falou ao microfone da rádio Excelsior Jovem Pan News, após o jogo. “O sinal de alerta foi acionado. Não temos mais tempo para errar. Estamos atrasados no entrosamento e temos que ver aonde erramos para corrigir o mais rápido possível”, comentou.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS DO GALO AZUL
Em conversa com o presidente Luiz Balbo, o mandatário afirmou que o centroavante Caio Mancha não deve mais ser inscrito por conta da lesão e que há duas vagas para relacionar jogadores. Balbo tem conversado com o centroavante Rafael Oliveira, de 28 anos, que já jogou em vários times como a Portuguesa, Oeste, Vila Nova, Paysandu e estava no CSA, de Alagoas.

Após o jogo, Balbo teve uma reunião com o técnico Luis dos Reis e sobre a situação do treinador, que está com o cargo ameaçado, o mandatário disse que sua demissão ainda é apenas especulação, mas que vai analisar o caso.

FICHA TÉCNICA
RIO CLARO FC 0 X 2 GO AUDAX
Público: 407 pagantes e 218 não pagantes
Renda: R$ 10.980,00
Gols: Ytalo aos 10’/1T e Rodrigo Andrade aos 34’/2T (GO Audax)
Árbitro: Marcelo Rogério
Assistentes: Eduardo Vequi Marciano e Marco Antonio de Andrade Motta Júnior
Cartões amarelos: João Gabriel, Thiago Cristian e Léo Costa (Rio Claro FC) e Yuri, Felipe Diadema e Rodrigo Andrade (GO Audax)

RIO CLARO FC
Lucas Frigeri; Luís Felipe, Odair Lucas, João Gabriel e Felipe Saturnino; Maurício, Jean Patrick (Fabrício), Thiago Cristian (João Luiz) e Léo Costa; Lucas Xavier e Romarinho. Técnico: Luis dos Reis

GO AUDAX
Felipe; Yuri (André Castro), Bruno Silva, Francis e Felipe Diadema; Camacho, Tchê Tchê, Rodrigo Andrade e Mike (Wellington); Ytalo e Erick Luiz (Juninho). Técnico: Fernando Diniz

Qual sua opinião? Deixe um comentário: