Rio Claro busca reforço médico via governo federal

151

Obras abandonadas pela gestão anterior, referentes às novas Unidades Básicas de Saúde, seis ao todo, foram retomadas pelo atual governo nos bairros Bela Vista, Mãe Preta, Jardim Progresso, Jardim Brasília I, Santa Elisa e São Miguel.

Atento às necessidades, no que diz respeito a profissionais, para o funcionamento regular das novas unidades Rio Claro busca apoio do governo federal via Ministério da Saúde para que através do Programa Mais Médicos o quadro de funcionários possa ser aumentado.

O vice-presidente da Câmara de Rio Claro Julinho Lopes e o secretário municipal de Esporte e Turismo (Setur) Ronald Penteado estiveram em Brasília no último dia 25 de outubro onde cumpriram agenda da área da saúde agendada pelo deputado federal Guilherme Mussi (PP).

Após conversa inicial com o ministro da Saúde Ricardo Barros a comitiva de Rio Claro esteve com o secretário geral do ministério, Rogério Abdalla responsável pela gestão do Programa Mais Médicos. “A administração municipal realiza esforço financeiro para terminar seis Unidades Básicas de Saúde que foram abandonadas pelo governo anterior. As obras avançam mas para o funcionamento das mesmas solicitamos o envio de profissionais”, disse Julinho Lopes ao oficializar o pedido para a ampliação do Programa Mais Médicos no município.

De posse do material entregue pelo parlamentar, o secretário Abdalla observa que a solicitação procede. “Vamos incluir o pedido de Rio Claro na agenda de trabalho da nossa equipe técnica. Sabemos do desafio que é colocar seis novas unidades de saúde para funcionar”, afirmou.

Rogério Abdalla sinalizou, na oportunidade, para que Rio Claro tomasse as providências necessárias ao credenciamento do programa Telessaúde Brasil Redes. Segundo ele, através desta ação, profissionais que atuam na cidade podem solicitar suporte do Núcleo Técnico e Científico, via consulta, e desta forma receber respostas de especialistas nas mais diversas áreas antes de fechar o diagnóstico dos pacientes.  “Este programa tem obtido resultados  positivos e atraindo cada vez mais municípios pelo país”, disse o secretário geral.

Para Julinho Lopes, a troca de experiência e o suporte técnico oferecido pelo Telesaúde são fundamentais para o sucesso dos procedimentos médicos. “Estaremos solicitando à Prefeitura de Rio Claro, através da Fundação Municipal de Saúde, que tome as devidas providências para o credenciamento”, afirmou o parlamentar.

No encerramento da reunião, o secretário Ronald Penteado reivindicou apoio do governo federal para que Rio Claro também possa ser credenciada no Programa Academia da Saúde. “São espaços públicos que passam a ser utilizados como pólos dotados de infraestrutura e profissionais responsáveis pela orientação”, enfatizou o secretário ao receber sinalização positiva.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: