Rio Claro Basquete inicia semana decisiva no NBB contra o Flamengo

71

Matheus Pezzotti

Na semana derradeira, RC precisa vencer ao menos um dos dois jogos, mas se garante no NBB com uma derrota de Sorocaba
Na semana derradeira, RC precisa vencer ao menos um dos dois jogos, mas se garante no NBB com uma derrota de Sorocaba

Tranquilidade. Nesta semana decisiva não só para o RC Basquete, mas para todos os times do NBB, a palavra-chave é essa, mas sem esquecer de buscar os objetivos.

Ameaçado pelo rebaixamento ao lado da Liga Sorocabana e Basquete Cearense, o time rio-clarense joga nesta quarta-feira (1º), às 20h, contra o Flamengo, terceiro colocado que acumula 10 vitórias consecutivas no nacional, no ginásio Tijuca Tênis Clube, pela 29ª e penúltima rodada da primeira fase. Depois, na sexta-feira (03), faz seu último jogo, também no Rio de Janeiro, às 20h, contra o Macaé.

“Essa semana é decisiva para todo mundo. Temos que estar o mais tranquilo possível para a gente fazer bons jogos. Buscar apenas uma vitória para nos livrarmos do rebaixamento e não depender de outros resultados. A palavra-chave é tranquilidade, ter a cabeça no lugar, fazer o que [o técnico Marcelo] Tamião vem pedindo. Tivemos uma excelente semana de treino e acho que vamos com força total e foco para trazer uma vitória e sair desse sufoco”, diz o ala Caio Ranches.

Mas para o jogo contra o Rubro-Negro, RC não terá o ala-pivô espanhol Alvaro Calvo, que segue com dengue e deve jogar apenas na sexta-feira. O ala Cícero, que também estava com a doença, terá condições de jogo já nesta quarta.

Uberlândia anunciou que vai parar as atividades ao final do NBB 7, mas ainda não há um posicionamento da Liga Nacional de Basquete a respeito. De acordo com o regulamento, qualquer equipe com vaga assegurada para disputar o NBB 8 que desista de participar da competição, estará automaticamente rebaixada para a Liga Ouro na temporada seguinte. Com isso, o direito de disputar o próximo nacional passa a ser para o último colocado, não sendo mais rebaixado. “Não estamos pensando nisso e sim em jogar para buscar nossos objetivos. Nós não precisamos depender de ninguém. É só ganhar um dos dois jogos e não depender de nada, nem da burocracia”, acrescenta o ala do time rio-clarense.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: