Rio-clarense desaprova governo Geraldo Alckmin

124

Antonio Archangelo

Com 59.098 votos válidos registrados no município de Rio Claro quando foi reeleito governador do Estado de São Paulo em 2014, Geraldo Alckmin tem sua administração reprovada pela maioria dos entrevistados na pesquisa Limite/JC.

Ao responderem à questão: Seguindo os critérios deste cartão, como você avalia a administração do governador Geraldo Alckmin até o momento? Cerca de 36,7% reprovaram a administração – sendo este percentual a somatória de 18,6% – “ruim” com 18,2% – péssima.

Em cenário pessimista, o governo de Geraldo Alckmin (PSDB) é reprovado (36,7%) pela maioria dos entrevistados na pesquisa Limite/JC
Em cenário pessimista, o governo de Geraldo Alckmin (PSDB) é reprovado (36,7%) pela maioria dos entrevistados na pesquisa Limite/JC

No resultado estratificado, o índice de reprovação chega a 50,4% entre os entrevistados entre 16 e 24 anos; dos que possuem Ensino Médio – 45,9%; em relação à renda familiar, o índice chega a 41,3% aos que possuem 5 ou mais salários mínimos de renda familiar; e 45,5% em relação aos moradores da região 4 de Rio Claro – Novo Jd. Wenzel, Jd. Bonsucesso, Jd. Santa Eliza, Chácara Vicentina, Chácara Bom Retiro, Granja Regina, Jd. Maria Cristina, Jd. Centenário, Vila Anhanguera, Jd. São Paulo II, Jd. Mirassol, Jd. São Paulo, Cidade Claret, Santa Cruz e Vila do Rádio.

Do outro lado da balança, 22,5% dos entrevistados disseram aprovar a administração de Alckmin frente ao governo estadual. Sendo que 2,2% elencam como ótima e 20,3% como boa.

Neste quesito, o índice chega a 27,8% na região 5 do município, composta pelos bairros: Jd. Floridiana, Jd. Santa Clara, Jd. Hipódromo, Jd. Independência, Vila Martins, Parque das Indústrias, Jd. Cervezão, Chácara Boa Vista, Jd. São Caetano, Jd. Ipanema, Jd. São João, Parque São Jorge, Jd. Azul, Res. São Jorge, Res. das Flores, Jd. Santa Maria, Jd. Boa Vista, Jd. Panorama, Jd. das Paineiras, Jd. Paulista, Recanto Paraíso, entre outros. Outros 38,9% dos rio-clarenses entrevistados, em resposta única, disseram que consideram a administração do tucano como ‘regular”. Não responderam à pesquisa realizada pela Limite/JC: 1,9% dos entrevistados. Para o coordenador de projetos da Limite, Luis Fernando Formigari, “o índice regular não é contabilizado para aprovar ou reprovar”.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: