Rio Claro soma mais de mil furtos desde janeiro

124

Lucas Calore

A insegurança toma conta da vida de muitos moradores de Rio Claro. De acordo com dados da Secretaria de Estado da Segurança Pública, somente entre janeiro e maio de 2016, foram registrados 1.119 furtos no município.

Furto a casas

Um morador do bairro Bela Vista há 15 anos queixa-se do problema naquela região. Ele prefere não se identificar por ter medo de uma nova ocorrência. O leitor relata que há pouco tempo, durante um fim de semana, viajou com a família. Quando retornou, no domingo, percebeu que o portão da sua casa havia sido arrombado e a janela da cozinha teve a grade cerrada. Essa era a única que não tinha sensor de alarme.

Cercamento em muros de residências contribui para levar mais segurança aos moradores
Cercamento em muros de residências contribui para levar mais segurança aos moradores

“Levaram todos os aparelhos eletrônicos, joias e reviraram a casa toda. Conseguiram passar pela cerca, alarme e empresa de segurança. Chegaram a entrar com o carro deles na garagem para carregar tudo”, explica. Ele diz que nunca recuperou os objetos furtados. “Vivemos um medo constante, de não saber o que pode acontecer”, desabafa.

Medidas

A Polícia Militar de Rio Claro foi questionada sobre de que forma a população pode agir para evitar novas ações de bandidos. O Capitão Sabino passou providências que podem ser tomadas a partir de uma cartilha do órgão de segurança.

“Certifique-se de que sua casa estará protegida enquanto você estiver fora. O segredo é fazer com que sua casa aparente estar habitada”, explica. “Tenha certeza de que todas as portas e janelas estão funcionando e fechadas e as reforce com trancas e cadeados internos. Nas áreas externas, não deixe ferramentas e escadas, elas podem ser usadas para arrombamento”, diz.

“Evite deixar sua casa toda apagada. Peça para que um vizinho estacione em sua garagem, especialmente à noite. Nas ausências prolongadas, peca a um parente para visitar sua casa, para demonstrar a presença de pessoas. Evite colocar cadeados do lado externo do portão. Isso pode denunciar sua saída. Caso existam sinais de arrombamento não entre em casa”, finaliza.

Desligar a campainha é um diferencial na segurança, conta o PM. “Assim, você deixa em dúvida quem usá-la apenas para verificar se você está em casa. Ao chegar procure identificar a presença de pessoas estranhas antes de desembarcar de seu veículo ou entrar em sua casa; caso existam sinais de arrombamento não entre na residência; cuidado no momento de descarregar seu veículo; se você vai ficar no fundo da residência tranque as portas da frente”, finaliza a autoridade.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: