RC participa de curso de residência médica como preparativo para faculdade

88

Divulgação

CURSO DE MEDICINA: médicos especialistas do Ministério da Educação estiveram em Rio Claro no mês de maio
CURSO DE MEDICINA: médicos especialistas do Ministério da Educação estiveram em Rio Claro no mês de maio

O município de Rio Claro foi convidado e está participando do treinamento em residência médica desenvolvido pelo Ministério da Educação (MEC) e Hospital Sírio-Libanês. “A presença na atividade é mais um importante passo para consolidar o curso de medicina que estamos trabalhando para implantar no município”, explica o prefeito Du Altimari, lembrando que Rio Claro já vem realizando estudos para a criação de programas de residência médica a fim de se adequar às exigências do MEC que, em junho, deu parecer favorável à criação de curso de medicina na cidade.

O treinamento em São Paulo acontece até dezembro, com encontros mensais. “Trata-se de uma atividade de formação em gestão e preceptoria de residência médica pelo SUS”, explica o presidente da Fundação Municipal de Saúde, Geraldo Barbosa. O setor público municipal de saúde está representado no curso pelos médicos Gilberto Rodrigues do Santos e Jair Virgílio. Pela Santa Casa de Misericórdia, participam os médicos André Coroa e Danilo Fonseca.

As ações de Rio Claro pelo programa municipal de residência médica incluem estudos para a implantação de quatro vagas em psiquiatria no Hospital Bezerra de Menezes e a criação da Comissão de Residência Médica na Santa Casa de Misericórdia.

Além disso, Rio Claro já está adequado a outras exigências do MEC para que possa ter uma faculdade de medicina. O questionário de avaliação do Ministério da Educação feito no primeiro semestre apontou que a proposta de Rio Claro reúne as condições necessárias para oferecer um curso de medicina, conforme prevê o programa Mais Médicos, do governo federal.

Na ocasião, os técnicos do MEC informaram ao governo federal que “gestores municipais, gestores hospitalares, Conselho Municipal de Saúde, estão plenamente envolvidos e interessados no processo em andamento”. Em favor do curso de medicina no município, o documento ainda descreve que em Rio Claro existem obras aprovadas e em andamento para melhorias que abrangem toda a rede de serviços municipais, e aponta número suficiente de leitos hospitalares do Sistema Único de Saúde (SUS), bem como a disponibilidade de instituições de ensino superior, como Unesp, Asser, Claretianas e Anhanguera.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: