RC ‘amolece’ no final e perde para o Solar Cearense por 77 a 68 no NBB

74

Matheus Pezzotti

Jogo foi equilibrado até os cinco minutos finais, quando RC 'amoleceu' a marcação
Jogo foi equilibrado até os cinco minutos finais, quando o Rio Claro Basquete ‘amoleceu’ a marcação

A tentativa de engrenar uma sequência de vitórias no NBB 8 foi falha para o Rio Claro Basquete, que na última quarta-feira (9), perdeu para o Solar Cearense por 77 a 68 (40 a 40 no primeiro tempo), pela nona rodada do nacional, no ginásio Felipe Karam.

Com as parciais 20 a 19, 20 a 21, 20 a 18 e 8 a 19, os cestinhas foram o ala Dedé Stefanelli, do time rio-clarense e o ala/armador Audrei, ambos com 19 pontos.
Destaque também para o ala/pivô Teichmann, do Rio Claro, que pegou 16 rebotes e deu cinco assistências.

Depois de chegar a 200 enterradas, o jogador alcança outra marca individual no nacional. Com os três tocos distribuídos no jogo, o camisa 11 se tornou o segundo atleta na história do NBB a ultrapassar a marca dos 200. O pivô Murilo Becker, do Bauru tem 207 na conta.

Esta foi a sétima derrota em nove jogos do time rio-clarense, que volta a penúltima colocação no NBB. O Solar Cearense teve sua primeira sequência de vitórias, quarta no total e está em nono lugar.

O Rio Claro Basquete volta a jogar na próxima sexta-feira (11), às 20h, contra o Vitória, novamente no ginásio Felipe Karam.

O JOGO
Os times fizeram um duelo extremamente equilibrado nos três primeiros quartos, com o jogo disputado ponto a ponto.

Com alternâncias no placar, Rio Claro foi melhor no terceiro período, quando abriu seis pontos, mas o Solar Cearense sempre tratava de encostar e não deixar os donos da casa gostarem do jogo, fechando o quarto com dois pontos em desvantagem: 60 a 58.

Mas no último quarto, os times passaram os cinco minutos inicias se estudando, com baixa pontuação no placar. O time rio-clarense se desencontrou e perdeu a agressividade e o time cearense aproveitou.

RC marcou apenas um ponto em sete minutos, quando o adversário abriu 10 (61 a 71) e depois, administrando, venceu por nove pontos: 68 a 77.

“Temos melhorado, mas ainda temos problemas em ler o jogo, principalmente na defesa, no um contra um. Tivemos uma postura passiva e precisamos de mais atitude na marcação para conseguirmos as vitórias”, disse Teichmann na saída da quadra.

FICHA TÉCNICA
RIO CLARO 68 X 77 SOLAR CEARENSE
Local: ginásio Felipe Karam
Campeonato: NBB 8, nona rodada
Arbitragem: Marcos Fornies Benito, Fabio Kover e Fabiola Carraro

RIO CLARO
Titulares: Daniel Alemão (16), Teichmann (11), Dedé (8), Gui Deodato (9) e Eric Tatu (5). Técnico: Dedé Barbosa.

SOLAR CEARENSE
Titulares: Tiagão (20), Toledo (13), Audrei (22), Rashaun (17) e Davi (5). Técnico: Alberto Bial.

1 COMENTÁRIO

  1. queria entender o que acontece com esse time de rio claro ta uma porcaria
    e queria ver o narrador leo mendes na equipe de esportes de vcs, pra mim ele é o melhor da cidade o cara é fera demais

Qual sua opinião? Deixe um comentário: