Quadrimestre fecha com redução nos índices de criminalidade

75

Adriel Arvolea

O trabalho preventivo e a união de forças entre a Polícia Civil e a Militar são as armas no combate à violência no município
O trabalho preventivo e a união de forças entre a Polícia Civil e a Militar são as armas no combate à violência no município

Rio Claro fechou o primeiro quadrimestre de 2014 com redução de 23% no número geral de delitos, segundo dados divulgados pela Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP), contabilizados pela Coordenadoria de Análise e Planejamento (CAP). A queda foi de 681 casos em comparação com os quatro primeiros meses do ano passado.

De janeiro a abril de 2014 foram registradas 2.279 ocorrências dentre vários tipos de delito, contra 2.960 no mesmo período de 2013. Considerando o mês de abril deste ano, houve acréscimo somente nas ocorrências de homicídio doloso, estupro, roubo, roubo de veículos e lesão corporal por acidente de trânsito com relação a março, sendo 3 x 1, 3 x 2, 129 x 109, 40 x 27 e124 x 104 ocorrências, respectivamente.

A redução dos índices criminais está associada ao trabalho preventivo e à união de forças entre a Polícia Civil e a Militar. Ações coordenadas e trabalho de investigação contribuem para reduzir a criminalidade. Já as causas do aumento da criminalidade são várias: o desajuste familiar, o menor abandonado, a evasão escolar e a impunidade. “A Polícia e a Justiça trabalham nos efeitos da criminalidade, quando o problema acontece. Cabe, portanto, a sociedade exigir de seus representantes políticas públicas que enfrentem efetivamente as causas da violência na sociedade”, explica a seção de comunicação do 37º Batalhão da Polícia Militar do Interior (37º BPM/I).

Combate

No combate aos delitos, a Polícia Militar de Rio Caro, por meio de sua Seção de Análise Criminal, propõe um estudo sobre furto e roubo traçando o perfil do autor/vítima e mapeando as regiões da cidade com maior incidência destes tipos de crime.

“Com base nesses dados, são planejadas as ações dos policiais durante o patrulhamento convencional e operações específicas visando retirar de circulação armas de fogo e pessoas procuradas pela Justiça”, reforça a corporação.

Além disso, a Polícia Militar vem se aperfeiçoando no combate à criminalidade dia após dia, seja no aprimoramento de pessoal e na aquisição de tecnologias de ponta, para a redução dos índices.

DEIXE UMA RESPOSTA