Projeto Jiu-jítsu Salva oferece 150 vagas gratuitas para crianças e adolescentes

138

Adriel Arvolea

Projeto teve início no mês de maio de 2015 e esta é a turma que já participa das aulas ministradas pela equipe Atos
Projeto teve início no mês de maio de 2015 e esta é a turma que já participa das aulas ministradas pela equipe Atos

Quer aprender arte marcial sem pagar nada? O projeto ‘Jiu-jítsu Salva’ oferece aulas da modalidade gratuitamente em Rio Claro. Funcionando desde maio de 2015, já conta com dez alunos. Há vagas para 150 crianças e adolescentes até 14 anos de idade.

Desenvolvido pela equipe Atos – Eduardo Mendes/Ramon Lemos, além das aulas gratuitas, também é oferecido quimono aos participantes. O objetivo é difundir o esporte junto ao público jovem. “O jiu-jítsu, assim como outras modalidades esportivas, socializa, muda hábitos, disciplina e faz bem para a saúde. Queremos que crianças e adolescentes tenham essa oportunidade e, quem sabe, destaquem-se como futuros atletas”, comenta o professor Eduardo Mendes.

As aulas acontecem de segunda, quarta e sexta-feira, das 13h30 às 15h; e de terça, quinta e sábado, das 9h30 às 11h. Para mais informações: (19) 3023-9513. Local: Rua 4, entre avenidas 24 e 26, 2.341, Centro. Para participar, os (a) interessados (a) devem estar matriculados na rede de ensino regular. A frequência escolar e o boletim serão acompanhados pela equipe Atos como requisito para participar do projeto. “A nossa única exigência é que os futuros alunos mantenham boas notas e frequência nas aulas da rede regular”, reforça Mendes.

Resultados

Além do Projeto Jiu-jítsu Salva, a equipe Atos, também, está focada em outro desafio. De 24 a 26 de julho, representará Rio Claro no Campeonato Mundial de jiu-jítsu 2015. Cerca de 30 atletas, divididos por idade, faixa e peso, vão competir com grandes nomes e promessas da modalidade. A expectativa da equipe é de retornar do evento com o máximo de títulos.

A preparação começou no último dia 10 e se estenderá até 15 de julho. O trabalho promete ser árduo e exaustivo. Entre preparação física e treino de jiu-jítsu, serão sete horas por dia, de segunda a sexta-feira.

Eduardo Mendes começou a praticar jiu-jítsu aos 14 anos por influência de primos. Foi aluno de Ramon Lemos, um dos mais renomados instrutores da modalidade, integrante da equipe de treinamento do lutador Anderson Silva, além de líder da equipe de MMA do Corinthians. De aluno, Mendes assumiu a equipe Atos, cofundada por Lemos.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: