‘Projeto de Lei do Canudinho’ é vetada em Araras e vereadores aprovam decisão de Prefeito

227

Ramon Rossi

Por unanimidade, os vereadores de Araras aprovaram o veto do prefeito Rubens Franco Júnior (DEM) ao projeto de lei do então vereador, Rodrigo Soares (PHS), que tinha sido aprovado no Legislativo em 26 de novembro passado, que pretendia proibir o uso de canudos de material plástico nos estabelecimentos comerciais de Araras.

Rodrigo Soares atualmente é suplente de vereador na coligação na coligação PSDB/DEM/PHS e PMDB, já que o titular do mandato, o vereador Pedro Eliseu Sobrinho (DEM) retornou a ocupar a cadeira no Legislativo.

O JC procurou o suplente Soares e ele informou que a finalidade era de estabelecer procedimentos de fiscalização, por meio da Vigilância Sanitária no âmbito municipal, para coibir o fornecimento de canudos confeccionados em material plástico para preservação do meio ambiente.

“No meu projeto constava o prazo de 180 dias para a regulamentação com o objetivo de não impactar negativamente os comerciantes, que muitas vezes têm estoque do produto. A proposta, na época, contava com uma emenda do vereador Romildo Borelli (atual secretário municipal de Saúde) e parecer favorável do Jurídico. É uma pena”, comentou ele.

Com a decisão do veto dos parlamentares, fica permitido hotéis, restaurantes, bares, padarias, clubes noturnos, salões de dança e eventos musicais a fornecerem o canudo de material plástico sem nenhuma restrição.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: