Problemas no sistema dificultam a inscrição para o programa Fies

62

Adriel Arvolea

Na última terça-feira (14), o Jornal Cidade publicou a notícia ‘Fies registra mais de 200 mil solicitações’. Diariamente, leitores reclamam de dificuldades ao tentarem efetivar a inscrição online para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), seja por instabilidade do sistema e outros erros operacionais. Em contato com o 0800 disponível, são orientados a insistir no processo de inscrição, mas sem sucesso. Com o prazo final para o credenciamento no dia 30 de abril,candidatos temem perder o financiamento.

“Vejo os dados do Fies, com mais de 200 mil solicitações, e me pergunto: será que estou vivendo outra realidade? Desde que começou as inscrições do Fies, eu e meu filho, tentamos sem parar, concluir a inscrição dele. Sempre sem sucesso. Toda semana, uma nova mensagem na tela. No 0800 61 61 61, não resolvem nada. Ligo todos os dias e apenas dizem: ‘continue tentando’. Até quando?”, comenta Luci Gleide Amorim.

Quem, também, reclama é Andrea Calegari. “Não aguento mais tentar e não ter para quem reclamar do Fies. Não adianta ligar no 0800. Minha filha já está tendo provas e nada do financiamento ser liberado. Não posso pagar a mensalidade”, ressalta.

Em resposta, a assessoria de imprensa do Fundo Nacional da Educação (FNDE), esclarece que o Sistema Informatizado do Fies (SisFies) está funcionando normalmente, mesmo com o grande número de acessos simultâneos. “A partir deste ano, o Fies passou a exigir mais qualidade dos cursos das instituições de ensino superior. Há atendimento pleno aos cursos nota 5 (máxima na classificação do MEC). Com relação aos cursos nota 3 e 4 são considerados alguns aspectos regionais, ou seja, cursos e localidades que historicamente foram menos atendidos terão prioridade”, explica em nota.

Desta forma, as requisições de novas inscrições são liberadas por instituição de ensino e por curso, em ordem cronológica, ressalvados os critérios de qualidade, distribuição regional e disponibilidade de recursos. Portanto, antes de se inscrever no Fies, o estudante deve consultar a instituição de ensino superior e o curso pretendido neste link para saber se há disponibilidade de financiamento. Não há previsão de prorrogação do prazo de inscrição.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: