Prefeitura paga horas extras na segunda

79

Edneia Silva

Funcionários da Guarda Municipal realizaram assembleia em frente ao Paço Municipal na manhã dessa quarta-feira (1º)
Funcionários da Guarda Municipal realizaram assembleia em frente ao Paço Municipal na manhã dessa quarta-feira (1º)

Parte do impasse que culminou na greve dos servidores da Saúde e Segurança no município está prestes a ser resolvida. O prefeito Du Altimari anunciou na noite dessa quarta-feira (1º), em programa de TV, que irá efetuar o pagamento das horas extras de agosto na próxima segunda-feira, dia 6 de outubro. O pagamento não inclui os atrasados de junho e julho.

Tu Reginato, presidente do Sindmuni (Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público Municipal de Rio Claro), explica que as horas de agosto realmente têm que ser pagas em outubro, porque a folha de pagamento vem sendo rodada com 30 dias de atraso.

O impasse entre servidores e prefeitura poderá ser solucionado nesta sexta-feira (3) na audiência de conciliação que será realizada no Tribunal de Justiça. A reunião foi agendada pelo desembargador Eros Picelli, vice-presidente do tribunal. O sindicato irá levar uma comitiva de 35 pessoas para participar do encontro. A participação dos trabalhadores foi autorizada pelo tribunal.

Enquanto a audiência não acontece, a categoria continua mobilizada. Nessa quarta-feira o sindicato realizou assembleias setoriais. Os funcionários da Guarda Municipal se reuniram em frente ao Paço Municipal, onde receberam informações do advogado Dimas Falcão Filho das decisões do tribunal sobre a paralisação. As assembleias com os servidores da Saúde aconteceram nas próprias unidades.

O sindicato afirma que está mantendo 30% do efetivo trabalhando na Saúde e na Segurança em cumprimento à exigência legal em caso de greve nos serviços considerados essenciais.

3 COMENTÁRIOS

  1. Esta crise é fruto dos DESGOVERNOS do PT e PMDB que estão na presidência da República e nada fizeram para enxugar este país, em vez de criarem leis para o Brasíl com coerência se ajustasse dentro de uma realidade, preferiram fazer as ORGIAS de criarem 39 MINISTÉRIOS, dando os exemplos DO INCHAÇO DA MÁQUINA PÚBLICA e isto acontece em todos os níveis de governo.
    Ja estamos cansados de ver a máquina pública como sempre inchada, onde tem mais gente que serviço, aí vem as leis para ser cumprida.
    Pobre sociedade brasileira a quem toda essa conta é repassada e com um péssimo retorno nos serviços públicos.

  2. A decadência política brasileira está vinculada ao desinteresse histórico do povo brasileiro a política. A falta de qualidade e competência de boa parte dos nossos governantes/representantes tem origem também no desinteresse da população.
    Percebe-se que esse desinteresse continua aflorado e que questões políticas são menosprezadas e não tem seu alcance entendido muito menos compartilhado por grande parte da população.
    As questões de desgovernos, corrupções, má aplicação dos recursos públicos, dentre outros não tem sua magnitude percebida e ainda se elegem governantes como num passado e reincide num presente cuja gestão é permeada de escândalos que saltam aos olhos e pouco se faz para que se investigue a total veracidade e se enquadre eventuais ilícitos. Lamentavelmente nada muda, só a deterioração das coisas públicas.

  3. Engraçado que dinheiro pra carnaval eles essa tal de administração municipal consegue se planejar, e o mínimo que séria a programação do pagamento adequado dos funcionários não!!!

Qual sua opinião? Deixe um comentário: