Prefeitura inicia construção de escola no Benjamin de Castro para 780 alunos

188

A prefeitura de Rio Claro iniciou nesta segunda-feira (11) a construção de escola de ensino fundamental para 780 alunos (1º ao 5º ano) na Avenida 10-JC com a Avenida 8 e Rua VLA, no bairro Benjamin de Castro. A empresa S. Maluf Engenharia e Obras Ltda., responsável pela execução da obra, a frente de trabalho vai abrir aproximadamente 50 vagas. Os trabalhos começaram com serviços de limpeza e terraplenagem. Em seguida será feito o fechamento do terreno para início da demarcação das fundações. A previsão de término da obra é final de 2019.

“É mais um investimento do município no setor educacional para melhor atender nossas crianças que terão o conforto de estudar perto de casa”, comenta o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, que acompanhou o início dos trabalhos nesta segunda-feira (11). O investimento será de mais de R$ 3,5 milhões, sendo R$ 3 milhões do governo federal, através do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), mais contrapartida de R$ 529,2 mil do município. “Nossa administração tem demonstrado uma atenção especial com a educação, com criação de novas vagas em creches, melhoria da infraestrutura das escolas e construção de novos prédios escolares”, acrescenta Juninho, lembrando da creche cuja construção está sendo finalizada no bairro Terra Nova.

Além do Benjamin de Castro, a nova escola irá atender os bairros Centenário, Jardim Nova Rio Claro, Nova Veneza, Paulista I, Sebastião dos Santos Lima, entre outros. De acordo com o secretário da Educação, Adriano Moreira, essa região precisa de uma unidade escolar. “São centenas de crianças que residem no Benjamin de Castro e região que dependem do transporte para freqüentar a escola. Com a construção dessa escola vamos diminuir essa demanda e economizar com esse serviço”, afirma Moreira, que também acompanhou o início das obras junto com a engenheira Monique Neiva e Paulo Apolari, diretor de Planejamento da Secretaria da Educação.

A escola terá 12 salas de aulas, bloco administrativo, auditório, biblioteca, laboratórios, cozinha e refeitório, banheiros, quadra poliesportiva coberta, entre outras dependências. O projeto arquitetônico segue padrão do FNDE. A viabilização dessa escola para o município foi conseguida através do alinhamento político do Democratas no governo federal, através do ex-ministro da Educação Mendonça Filho e de Leandro Damy – diretor do FNDE –, do deputado estadual Aldo Demarchi, do deputado federal Rodrigo Garcia e da bancada do Democratas na Câmara Municipal, composta pelos vereadores André Godoy, Geraldo Voluntário, Ney Paiva, Ruggero Seron e Val Demarchi.

DEIXE UMA RESPOSTA