Prefeitura fará melhorias em ponte do Jardim Novo

320

A ponte do Jardim Novo localizada na Avenida 14JM recebe serviços realizados pela prefeitura de Rio Claro a partir dessa terça-feira (27). “Será uma ação paliativa que resolverá o problema naquela movimentada ponte até que tenhamos recursos para uma solução definitiva”, explica o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, que esteve segunda-feira (26) no local e pede que motoristas respeitem a interdição de trânsito que será necessária naquele trecho para que as obras sejam realizadas.

A ponte fica entre as ruas 11JM e 15JM. Como ficará interditada, a linha de ônibus que passa por ali terá desvio e o ônibus levará até seis minutos a mais para cumprir o itinerário. Não será necessário alterar a localização dos pontos de embarque e descida de passageiros. Assim que o trabalho for concluído os ônibus retomarão o percurso padrão.

De acordo com o secretário municipal de Obras, Paulo Roberto de Lima, o serviço será feito pelos próprios servidores da pasta e o objetivo é realizar os trabalhos no menor período de tempo possível. “Épocas de chuva como esta costumam dificultar o andamento de obras desse tipo, mas estamos empenhados em realizar essa intervenção de forma breve, uma vez que é grande a circulação de veículos naquele trecho”, explica.

Atualmente há dificuldade para o trânsito de veículos devido a um desnível da ponte em relação ao asfalto. “Vamos desmontar a ponte e aumentar as cabeceiras, nivelando as duas entradas da ponte com o pavimento asfáltico”, explica o diretor de Obras Públicas da prefeitura, Válter Godoy, acrescentando que a solução definitiva do problema é a substituição por uma ponte feita de concreto, o que atualmente está fora das possibilidades orçamentárias do município.

A vereadora Maria do Carmo Guilherme, que acompanha o assunto e hoje também esteve no local, fez solicitações à prefeitura sobre a situação da ponte de madeira. A vereadora vai solicitar ao deputado federal Baleia Rossi recursos para uma solução definitiva em relação à ponte.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: