Prefeitura e vereadores discutem como acelerar verbas para obras

89

Por determinação do prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, secretários municipais estiveram na tarde desta terça-feira (5) na Câmara Municipal em reunião com vereadores para esclarecerem dúvidas sobre a tramitação de processos para a obtenção de recursos nos governos estadual e federal, a partir de emendas parlamentares conseguidas por meio do trabalho do Legislativo Municipal.

“A comunidade é quem ganha com este diálogo entre Executivo e Legislativo, o que ajuda a cumprirmos o planejamento com uma gestão eficiente e que prioriza o atendimento daqueles que mais precisam”, afirma o prefeito Juninho.

O presidente da Câmara, vereador André Godoy, se mostrou satisfeito com a realização da reunião. “A presença dos representantes do Executivo na Câmara é uma demonstração da forma transparente como o prefeito Juninho vem administrando a cidade”, afirmou.

Durante a reunião, os vereadores e seus assessores ouviram explicações dos secretários. “É importante que não pairem dúvidas e, neste sentido, a informação aos vereadores é importante para que possam acompanhar passo a passo as etapas de tramitação, levando ao conhecimento da comunidade como está a viabilização de novas obras e serviços”, ressaltou André Godoy.

O secretário municipal de Governo, Francesco Rotolo, lembrou da preocupação do prefeito Juninho de buscar, desde o primeiro momento, pagar as dívidas que herdou para regularizar as documentações da prefeitura. “Sem isto, as emendas conseguidas pelos vereadores não seriam revertidas em recursos para o município”, observou, acrescentando que “a maior gestão do município foi conseguir as certidões, pois o município estava negativado”. Francesco informou que, mesmo com os prazos curtos para providenciar planilhas e cumprir outras exigências burocráticas, nenhuma emenda obtida pelos vereadores foi perdida. Francesco lembra que no início do governo, por falta das certidões (de Regularidade Previdenciária e a Negativa de Débito), o município perdeu uma emenda.

Ao regularizar as certidões, a prefeitura também pode buscar recursos a partir de ações do prefeito, como por exemplo os R$ 18 milhões para o setor educacional, que teve um trabalho conjunto da bancada do Democratas.

O secretário municipal de Obras, Paulo Roberto de Lima, fez um relato sobre o cronograma de obras previstas a partir dessas emendas. O diretor municipal de Licitação, Rodrigo Zotti de Araújo, explicou que a crise econômica do País tem impactado negativamente na realização de licitações nos municípios, em razão do desinteresse das empresas.

Da reunião também participaram o secretário municipal de Negócios Jurídicos, Rodrigo Ragghiante, e os vereadores Júlio Lopes, Adriano La Torre, Geraldo Voluntário, Ney Paiva, Val Demarchi, Ruggero Seron e Hernani Leonhardt. Estiveram representados por assessores os vereadores Luciano Bonsucesso, Maria do Carmo Guilherme, Carol Gomes, Anderson Christofoletti e Yves Carbinatti.

DEIXE UMA RESPOSTA