Prefeitura desocupa área pública no Jardim Inocoop

780

Divulgação

Uma área pública ocupada irregularmente no canteiro central da Avenida Tancredo Neves no bairro Jardim Inocoop, foi desocupada na manhã de sexta-feira (03) pela Prefeitura de Rio Claro. O local vinha sendo utilizado para a criação de animais, como cavalos e galinhas. Durante a desocupação também foi encontrado larvas do mosquito transmissor da dengue. A ação desta sexta-feira foi realizada pelas secretarias municipais de Agricultura e de Meio Ambiente.

O secretário de Agricultura, Emílio Cerri, ressaltou que o local passará por uma revitalização. “Após o término da limpeza, vamos realizar o plantio de grama e de algumas mudas de coqueiro, da espécie Fênix, fazendo o espaço voltar a ser uma área verde que a população da região poderá usufruir”.

Alberto Merino, agente de fiscalização do Meio Ambiente, que acompanhou o trabalho de desocupação informou que o uso indevido da área foi identificado pelo município. “Logo que constatamos a irregularidade já fizemos todos os trâmites legais para que o local pudesse voltar a ser usado pelo município”.

A moradora Aparecida Conceição acompanhou o serviço da prefeitura e aprovou a iniciativa de revitalizar o espaço. “Antes este lugar servia como esconderijo para os bandidos praticarem delitos. Com a manutenção espero que as pessoas também não voltem a jogar mais lixo e entulho no local, pois nas proximidades existe um ecoponto para o descarte correto”.

Para a realização dos serviços de retirada dos entulhos foi necessária a utilização de um trator e dois caminhões. Todo o material foi descartado no aterro sanitário.

3 COMENTÁRIOS

  1. É incrível como o ser humano tem um comportamento que vai do lixo ao luxo. Quando agente deseja que todo ser humano se dê bem na vida e tenha um certo conforto acaba batendo de frente com certas mentalidades de pessoas que não ligam a mínima para viver numa cidade limpa, organizada e bonita. Não podemos regredir como seres humanos racionais e portanto apoiar e exigir dos nossos políticos uma fiscalização quanto às invasões e comportamentos que coloquem abaixo nossa civilidade, afinal viver bem não é uma imposição às pessoas inteligentes e de bom senso.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: