Prefeitura de Rio Claro dá 20 dias para donos limparem terrenos baldios

361

Com chuva em abundância e mais luz solar, o mato cresce mais rapidamente nos terrenos baldios da cidade. A prefeitura de Rio Claro está tomando providências para melhorar este quadro. Os donos de terrenos baldios têm 20 dias corridos a partir desta sexta-feira (6) para limparem e capinarem seus imóveis. No próximo dia 25 a prefeitura começa a fazer o serviço e a mandar a conta aos proprietários faltosos. A limpeza de um terreno de 300m², por exemplo, custará R$ 586,54 se o trabalho for feito pelo município.

Isso porque quem não cuidar de seu imóvel pagará R$ 1,6293 por metro quadrado roçado ou capinado pela prefeitura, além de 20% sobre o valor total como taxa de administração dos serviços. Vencido o prazo, essa ação da prefeitura passa a ser feita ininterruptamente, ou seja, os donos devem manter os terrenos em ordem o ano todo para não receberem várias cobranças do município pelo trabalho.

O edital de limpeza de terrenos baldios está sendo publicado nesta semana no Diário Oficial de Rio Claro. “Reforçamos a orientação para que os donos sempre mantenham seus imóveis limpos, pois é ruim para todos quando os proprietários não cumprem essa obrigação”, comenta o secretário municipal de Agricultura, Abastecimento, Silvicultura e Manutenção, Emílio Cerri.

O diretor de Manutenção e Conservação, Tadeu Olivetti, observa que terrenos sujos e com mato também causam transtornos para os vizinhos e fazem a cidade ficar mais feia. “Além disso, os donos que não limpam seus imóveis deixam de economizar quando o serviço é feito pela prefeitura que, por sua vez, gasta tempo e recursos que poderiam ser integralmente investidos na manutenção de áreas públicas”, acrescenta.

Manter as áreas particulares limpas também é especialmente importante para se evitar os riscos com animais peçonhentos e criadouros do Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika vírus, febre amarela e chikungunya. Por isso, além dos proprietários limparem seus imóveis, é essencial que a comunidade também colabore e não faça descarte de lixo e materiais velhos em terrenos. Rio Claro possui seis ecopontos, coleta de lixo domiciliar em todos os bairros, coleta seletiva e serviço de cata bagulho.

Para realizar a limpeza de terrenos baldios particulares, a partir do dia 25, a prefeitura dividiu o município em 25 setores. Os serviços serão feitos priorizando os pontos mais críticos.

1 COMENTÁRIO

Qual sua opinião? Deixe um comentário: