Praça presta homenagem a Edmundo Navarro de Andrade

169

Da Redação

Espaço bem cuidado faz jus ao nome e legado do engenheiro agrônomo Edmundo Navarro de Andrade
Espaço bem cuidado faz jus ao nome e legado do engenheiro agrônomo Edmundo Navarro de Andrade

Localizada entre a Avenida 7, Avenida Navarro de Andrade e ruas P-3 e 1-B, no Cidade Nova, a Praça Edmundo Navarro de Andrade homenageia o agrônomo e pesquisador que teve grande importância para o município, com o plantio de dezenas de espécies de eucalipto e que foi símbolo do desenvolvimento sustentável e da devoção à causa ambiental.

Um busto do homenageado, com mensagem em placa de bronze, dá as ‘boas-vindas’ aos visitantes. A área verde, que é bem arborizada, ainda preserva a recuperação paisagística realizada, em 2009, pela Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Silvicultura, sendo um espaço convidativo para o lazer.

O engenheiro agrônomo, também, empresta seu nome à Floresta Estadual (Feena), que trouxe para o local, no início do século XX, espécies australianas de eucalipto para suprir as necessidades da ferrovia. Elas estão espalhadas pelo local, ao lado de outras espécies como jequitibá e pau-ferro. Com 2,23 mil hectares, a floresta surgiu da necessidade da Companhia Paulista de Estradas de Ferro em obter fontes de madeira para dormentes e carvão vegetal.

Praça presta homenagem a Edmundo Navarro de Andrade
Praça presta homenagem a Edmundo Navarro de Andrade

Berço do Eucalipto

Referenciada como o ‘Berço do Eucalipto no Brasil’, na Feena foram plantadas 144 espécies de eucaliptos, inicialmente, na área, das quais 65 se aclimataram. Sua origem remete à preservação das espécies nativas que forneciam o carvão vegetal que movimentava os trens, uma vez que a Cia. Paulista de Estradas de Ferro iniciou projeto pioneiro de silvicultura contratando, em 1904, o engenheiro agrônomo Edmundo Navarro de Andrade para realizar estudos experimentais com árvores nativas e exóticas.

DEIXE UMA RESPOSTA