Praça embeleza a entrada oeste da cidade

93

Vivian Guilherme

Não há flores, tampouco bancos ou mesas e equipamentos de lazer na praça que leva o nome do comerciante Silvério Scatolin. Entretanto, essas ausências não são problema ou defeito para o belo jardim ornamentado com palmeiras e arbustos, localizado entre as avenidas 11 e Tancredo Neves com a Rua 22, no bairro Jardim Claret.

Situada em uma das entradas da cidade, um ponto de bastante movimento e fluxo de carros, a praça, muito bem cuidada, embeleza a Cidade Azul. A região ficou ainda mais bonita depois da desocupação e demolição de moradias em situação de risco na Vila Stecca. A ação teve início em 2009 e foi encerrada em 2011, com a derrubada das duas últimas casas que ainda restavam no local.

Bem cuidada, a Praça Silvério Scatolin está localizada entre as avenidas 11 e Tancredo Neves, com a Rua 22
Bem cuidada, a Praça Silvério Scatolin está localizada entre as avenidas 11 e Tancredo Neves, com a Rua 22

A praça recebeu o nome do comerciante Silvério Scatolin através do Projeto de Lei nº 22/2003, de iniciativa do ex-vereador Sérgio Guilherme. Scatolin foi homenageado em virtude de seus valorosos serviços no desenvolvimento econômico da cidade, à frente do Supermercado Brasil Serv. Nascido em 1917, o comerciante morreu aos 79 anos, em 1997.

Em sua história, Scatolin começou no ramo do comércio em 1946. Dez anos depois, em parceria com o tio Vitório Scatolin e os primos Avelino e Arlindo, adquiriu uma máquina de arroz e um moinho de fubá, instalados na Avenida 24, entre as ruas 7 e 8, no Santana.

Com o tempo, o comércio foi transformado em uma pequena mercearia. Visionário, Scatolin comprou um terreno na Rua 8 esquina com Avenida 24 e ampliou o comércio, passando de mercearia para supermercado. Foi quando nasceu o tradicional Brasil Serv, inaugurado em 1968 e que funcionou até 1997, quando foi adquirido pela Rede Covabra.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: