Ponte de ferro irá atender pedestres e carros em Batovi

233

Boa notícia para os moradores e pessoas que transitam pela região de Batovi, em Rio Claro. Além de pedestres, a ponte de ferro no distrito também poderá ser usada por veículos de pequeno porte. A liberação foi confirmada ao prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, pelos técnicos do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). “Conseguimos apoio do Dnit para que a estrutura seja usada por pessoas a pé, ciclistas e condutores de veículos de pequeno porte”, informa Juninho. Veículos de grande porte, como caminhões, não poderão utilizar a ponte. A alternativa nesses casos continuará sendo a Estrada Velha que liga o bairro Bonsucesso ao distrito de Batovi, ou a SP-191, que liga Rio Claro a Araras.

A prefeitura já iniciou o trabalho de terraplenagem para fazer os acessos às duas cabeceiras da ponte. A próxima etapa será realizar as adequações no piso da ponte,  que é feito de chapas de aço e apresenta algumas avarias.

“Faremos as adaptações nos acessos para que não haja trânsito de caminhões na ponte de ferro em Batovi e, no piso, para garantir a segurança de quem for passar pelo local”, reforça o secretário municipal de Obras, Paulo Roberto de Lima, que na quinta-feira (6) vistoriou a ação da prefeitura na local junto com o vereador Julio Lopes. O legislador vinha defendendo o uso da ponte de ferro e fez solicitações para que o município estudasse essa alternativa. “Há seis anos venho trabalhando para a reativação dessa ponte, que é um patrimônio histórico sendo agora resgatado pela prefeitura”, comenta.

Antigamente a ponte de ferro era usada pela ferrovia, mas está há anos sem uso. Com estrutura em bom estado, será utilizada como alternativa à ponte de madeira que foi removida a 100 metros dali, por estar condenada. Para averiguar a possibilidade de uso da ponte de ferro, ainda em agosto a Secretaria Municipal de Obras providenciou limpeza do piso. Confirmada a possibilidade, o prefeito Juninho conversou pessoalmente com o diretor do Dnit, Charles Magno Beniz, pedindo a liberação da ponte. Em Rio Claro nesta semana, os técnicos do Dnit foram ao local e aprovaram as ações que a prefeitura está realizando no sentido de aproveitar a estrutura.

DEIXE UMA RESPOSTA