Planos de novo governo abordam “prioridades”

134

Antonio Archangelo

Os planos de governo dos candidatos a prefeito podem ser acessados no site do Tribunal Superior Eleitoral - o TSE
Os planos de governo dos candidatos a prefeito podem ser acessados no site do Tribunal Superior Eleitoral – o TSE

Se a Pesquisa Limite/JC evidenciou no sábado, 3, as áreas que mais precisam de cuidado, os candidatos a prefeito, pelo menos nas promessas, trataram de colocar propostas para minimizar problemas como Saúde, Segurança Pública e Geração de Emprego.

De acordo com os planos de governo dos postulantes, que podem ser consultados no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), na Saúde, principal prioridade para os eleitores, não existe uma clareza de como resolver o gargalo. As propostas vão de redução de filas a ampliação da rede de atenção básica.

Airton Moreira (PSOL) fala da “ampliação de leitos hospitalares”. Alcir Russo (PV) retomará, em caráter emergencial, os mutirões para reduzir as filas de espera em cirurgias e consultas eletivas.

Gustavo Perissinotto (PMDB) cita a viabilização da criação de um Hospital-Dia na UPA do Cervezão. Juninho da Padaria (DEM) pretende acompanhar o andamento da fila de espera para cirurgias e procedimentos eletivos.

Para Mário Zaia (SD) o foco é a “racionalização dos investimentos na área de Saúde, e nos seus respectivos órgãos”. E Sérgio Santoro quer proporcionar 100% de atendimento do Programa de Saúde da Famílias.

SEGURANÇA PÚBLICA

Na Segurança Pública existe uma dicotomia entre os candidatos entre aqueles que defendem que o município assuma a segurança pública da cidade e os que deixam claro que a Segurança Pública é de competência do Estado.

Airton Moreira (PSOL) fala da municipalização da segurança. Alcir Russo (PV) em priorizar a integridade do indivíduo. Gustavo Perissinotto (PMDB) quer buscar recursos financeiros do Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil para as áreas de risco do município.

Juninho (DEM) quer aproximar a Guarda Civil da população. Mário Zaia (SD) cita o investimento maciço em policiamento preventivo, mediante ampliação da frota e de pessoal; e Santoro (PRB) em criar uma força de elite da Guarda Civil Municipal.

LIMITE/JC

A pesquisa contratada pelo Jornal Cidade foi realizada pela Limite Consultoria e Pesquisas de Marketing Ltda, que ouviu 708 entrevistados entre os dias 16 e 19 de agosto de 2016 e apresenta um intervalo de confiança no levantamento de 95%. O estatístico responsável pela pesquisa é Dênis Araújo dos Santos, tendo sido a pesquisa registrada na Justiça Eleitoral sob o número SP 00819/2016.

3 COMENTÁRIOS

  1. Quero saber desses senhores, o que vão fazer em prol do funcionalismo público, que ano passado teve aumento inferior a inflação e este ano tiveram uma proposta vergonhosa de 1% a qual não foi aceita. Quem trabalha merece respeito e um salário digno.

  2. Como um Prefeito vai dar aumento,se tem tanta divida a prefeitura,não adianta alegrar o trabalhador neste momento,sendo que corre o risco de ter demissão em massa,melhor ficar com o trabalho assegurado do que gozar três meses de aumento e perder o emprego,será que ninguém enxerga isso?

DEIXE UMA RESPOSTA