OMS prevê 1,5 milhão de casos de Zika

134

Da Redação

zica

As perspectivas sobre a dengue, a chikungunya e o zika vírus não são nada animadoras para o Brasil e outros países das Américas. A Organização Mundial da Saúde (OMS) fez uma previsão trágica para este ano. De acordo com a entidade, o vírus da zika registra avanço “explosivo” e deve atingir quatro milhões nas Américas neste ano, sendo 1,5 milhão somente no Brasil.

As três doenças são transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti. No ano passado, o país registrou a maior epidemia de dengue da história, com 1,65 milhão de casos. O zika vírus já teve notificação de casos em 23 países, por isso o nível de alerta é extremamente alto. No Brasil, o zika é apontado como a possível causa de 3.448 casos suspeitos de microcefalia em bebês e de outros 270 confirmados.

O Ministério da Saúde liberou R$ 173,2 milhões aos municípios para investir nas ações de prevenção e controle da dengue. Deste total, R$ 143,6 milhões serão destinados às secretarias municipais de Saúde e R$ 29,7 milhões às secretarias estaduais de Saúde. Muitas cidades estão intensificando os trabalhos de prevenção.
Em Rio Claro será realizado um mutirão contra a dengue neste sábado. A ação, coordenada pela Fundação Municipal de Saúde, faz parte de uma mobilização regional que envolve dezenas de outros municípios. As atividades serão realizada no Centro da cidade com distribuição de panfletos e afixação de cartazes. A fundação espera contar com o apoio do comércio. Além do Centro, o trabalho se estenderá por vários bairros estratégicos e terá a participação de outras secretarias e instituições do município.

Qual sua opinião? Deixe um comentário: